domingo, 12 de fevereiro de 2017

Experiência com os extraterrestres, por Nuno Alves


As experiências com extraterrestres são nada mais nada menos que uma experiência com o desconhecido do nosso raciocínio. Serão estes seres realmente extraterrestres, seres que habitam as profundezas da Terra, seres espirituais ou mesmo seres de outras dimensões.

Este é o grande enigma de vários investigadores, especialmente quando nos definimos a abduções! Com o passar das palavras, vão entender as várias opiniões de variados investigadores perante as suas teses e investigações ao longo dos anos.

Segundo os milhares de registo se crê que as abduções tiveram conhecimento a público nos finais dos anos 30 princípios dos anos 40.

Mas será que estas abduções só ocorreram mesmo no início dos anos 40? Julga-se que já muito antes existam contatos com seres cósmicos como exemplo, os Maias, Incas, Egípcios entre outros povos da antiguidade. Como também como muito bem sabemos podemos encontrar também algumas destas evidências na Bíblia e mesmo o que esconde o Grande Mistério da Arca da Aliança!

Á quem sugira que os OVNIs estão entre nós desde o princípio, tendo escrito livros onde apresentam evidencias arqueológicas bastante interessantes e ambíguas, no que se refere a apoio das suas bases.

Existem muitas representações de seres alados com capacetes exóticos que pairam no ar em ovnis de variadas formas e cores desde o quarto milénio a.C., mas a sua interpretação deve se procurar-se no reino da religião e da mitologia e não a ser racionalizada pelos nossos grandes e inteligentes cientistas.
A metade do século XX o número de observações de OVNIs mais constantes reduzindo todos os outros casos mais insólitos como fantasmas e todo o mundo paranormal.

Estávamos a vivendo a era do disco voador.

 Esta nova tendência dos investigadores do paranormal perante esta situação levaram a crer que de alguma forma os extraterrestres podiam ser projeções inconscientes da mente humana.

A partir dos anos 90, os OVNIs ganham novos entusiastas e mais uma legião de pessoas na área de investigação em campo. É então que em 1991 é apresentada a primeira investigação científica por Budd Hopkins em pareceria com David Jacobs.
Estes dois grandes investigadores, curiosos com os números elevados de observações ovni e relatos de estranhas luzes, estudam uma forma de poderem progredir num trabalho elaborado de forma aleatória. É então que estes consultam e entrevistam uma média de 6.000 norte-Americanos adultos onde perguntam se alguma vez presenciaram alguma coisa fora do normal enquanto dormiam, coisas das quais estas pessoas não consigam entender ou compreender perante seu raciocínio.

- Por exemplo; se estes se lembram de ver luzes ou vultos durante o sono ou a qualquer hora do dia, como se alguma vez perderam a noção do tempo. Os investigadores em apenas 119 pessoas, ou seja 2% das 6.000 pessoas se lembravam de um ou mais casos desta natureza.

Os resultados falam por si mesmos.

As pessoas parecem estar a despertar para algo que lhes está a alterar as vidas, e cada vez mais se manifestam a este respeito. Mas como sempre existe sempre um senão! Digo senão porque á que saber avaliar e ponderar os dois lados da moeda. Os mais científicos acreditam que as abduções são apenas aspectos não paranormais mas sim mais de alteração de estado coletivo.

Exemplo disso mesmo o Dr. Ronald Siegel, da Faculdade de UCLA, psicanalista onde aborda os comportamentos de abdução em, eventos internos humanos com causas comuns abrangem as falsificações de memória, síndrome de lembranças falsas, diversos estados de consciência alterada, paralisia do sono, sonhos de falso despertar, sonhos “lúcidos” que são aqueles que nos parecem tão reais que nos levam dias a pensar em cada pormenor desse sonho, onde um quarto da população já deve ter passado por esta experiência.

O lado paracientífico já avança com outras ideias sobre esta situação. Pois como sabemos ninguém é possuidor da verdade e por mais que avancemos nos estudos desta área fica sempre muito difícil de efetuar qualquer avanço quando subimos 5 degraus de imediato temos de descer 3. As dificuldades de efetuar uma prova pela parte científica também ela é feita por bases de conceitos científicos.

Isto para a ciência alternativa de uma forma geral se torna um pouco mais fácil de explicar seus fundamentos, mas tudo em base de teologias e metodologias sem qualquer prova aparente e palpável.
Mas a verdade é que são as que mais resultados até ao momento nos têm apresentado com os muitos casos desvendados nestes últimos anos como o famoso caso em Portugal da Carla Batista entre outras pessoas para não avançarmos sempre no termo Americano.

Vejamos aqui alguns casos do que alguns investigadores acham sobre as abduções e extraterrestres.
O Psicanalista Suíço Dr. Carl Jung, a estas situações chamou-lhe de inconsciência coletiva! Segundo Dr. Carl Jung explica que este é feito através de um campo mental plasmático habitado por criaturas mitológicas, no nosso cérebro devido a uma questão de nossa cultura e local onde nos encontremos. Como pode ser uma tradição de família sobre determinados mitos, que com o tempo alimenta o cérebro que por sua vez cria estes efeitos coletivos nas pessoas, com sentimentos, medos uma experiência comum da nossa espécie.

A outra parte apontada pelo Dr. Carl Jung, é que os contatos com extraterrestres pode ser uma realidade subjetiva onde os supostos abduzidos interpretam nesses termos, porque em determinado grau, é sociável o fazer. Já na antiguidade as testemunhas teriam explicado a experiência de acordo com umas simbologia.

A Dr.ª. Aphrodite Clamar, fala que quanto maior é a pressão exercida sobre o paciente para se recordar dos pormenores, mais ele se esforça por fornece-los, mas com um grau de confiança descrente. Se a hipnose é praticada por pessoas não totalmente neutras e indiferentes aos resultados, subsiste sempre um forte perigo de ele estar a ser manipulado, o que na maioria das vezes, não se reveste de intencionalidade e por conseguinte, não é detectado na altura. Também á vantagens, pela mesma razão em que não assistam estranhos às sessões, regra nem sempre observada. A mínima indicação é aceita como prova de um rapto pelos seus altos sacerdotes.

Basta alguém ter um sonho assustador ou um pressentimento desagradável em determinada estrada. Algumas dessas sugestões baseiam-se naquilo que se supõe recordar do que aconteceu há muito tempo, talvez na infância, sem admitir que se pode tratar de uma evocação falsa ou deficiente.

Os pacientes prometedores são sondados como bruxas de outrora e examinados, em busca de marcas físicas no corpo confirmativas das suas suspeitas. A ausência de tempo é considerada um critério infalível como também o fala o Budd Hopkins. Mesmo na falta de uma aparição! Um hipnotizador profissional com muita experiência da síndrome não pode ter certezas de as alegadas vítimas de rapto possuírem uma experiência real e não imaginária.

Já a Investigadora Jenny Randles, tem uma perspectiva mais afirmativa nas abduções para entre extraterrestres e humanos. Esta alega que não acredita que exista um grande número de extraterrestres a abduzir em físico os humanos. Segundo esta investigadora após análise e segundo esta alega ter passado por estas experiências, existe uma forma adutiva com o superior “seres”, onde existe uma técnica muito evoluída onde se pode raptar a pessoa quando esta está a dormir em estado alterado.

Pois é aqui que ela acredita que se faz também a comunicação com seres superiores em suas naves.

Mas como ela afirma (Identifiquei diversas explicações possíveis para essas experiências e nenhuma delas está relacionada ao transporte físico de seres humanos a bordo de uma nave ou OVNI. Disso tenho eu certeza), Palavras de Jenny Randles.

De acordo com Jenny Randles, todos os avistamentos de Ovnis e abduções no físico se encaixam-se em quatro categorias principais: eventos externos com causas comuns, eventos externos com causas exóticas.

1 - Vénus, a estrela brilhante que pelos menos entendidos em astronomia a podem confundir com um OVNI.
2 - Temos “FANIs” Fenômenos Atmosféricos Não - Identificados. Atmosfera pesada, fenômenos eléctricos e gás dos pântanos.
3 - As doenças e síndromes e paralisia durante o sono entre outras que nunca mais acabam.
4 - É a Mitologia e a continuidade de fomentar o nosso subconsciente.

Eu para ser sincero não acredito muito nesta metodologia da Dr.ª. Jenny Randles. Seria o mesmo que defender a espiritualidade e colocar de parte a Ovnilogia, de que todos os trabalhos feitos pelos nossos colegas no passado e presente fossem uma perda de tempo. Quando ela mesma recorre aos nossos mais antigos investigadores para solucionar alguns dos trabalhos dela. Isto como ela mesmo alega ter a sua própria experiência! Quem alega que ela não esteja errada e esteja ela mesma a cair na 4 categoria, marcada por ela mesma! Mas existe também aqui um senão!

Vejamos a Mitologia Antiga.

Como muito tenho referenciado em muitos dos meus trabalhos sobre ovnis extraterrestres, contatos etc. Já no passado os Sumérios, Egípcios, Maias, Incas, se rendiam aos seus Deuses que curiosamente todos eles eram Deuses das estrelas. Uma força invisível que com o passar dos anos continuou e se fundou na Mitologia do que pode ter sido um contato com outra civilização do espaço e não propriamente Deuses. O entendimento de Deuses pelos nossos antepassados seria obviamente devido a uma tecnologia totalmente desconhecida por parte dos visitantes para com os humanos.

Se considerarmos os Ovnis no conjunto de fenómenos metafísicos não haverá o perigo de que a Ufologia se torne tão irracional como os cultos religiosos que se baseiam em fé cega, de crentes sem provas e de pregadores sem conclusões.

Isto implica a área espiritual!

Vejamos a conclusão de Van Dyk, que considerou esta possibilidade de que sendo paranormais essas canalizações de Espíritas podem simplesmente permitir fantasias de seu próprio subconsciente ou talvez mesmo estabelecer ligação com seres desencarnados no plano astral que se divertem em engana-los.

Sinceramente partilho inteiramente destas palavras. Já foi possível ver em determinadas situações a espiritualidade querer tomar posse da Ufologia! Seria está mais uma forma de atrair seguidores para um mundo de fantasia, falsas esperanças como falsos profetas e falsas promessas. Sempre o tivemos na história da humanidade e a cada dia que passa novas religiões surgem como novos e falsos profetas também. Inclusive já existem Igrejas em algumas cidades nos Estados Unidos que são de adoração aos extraterrestres, e acreditem que estas igrejas faturam muitos dólares dos seus crentes que acreditam que serão salvos por frotas alienígenas.

A Ufologia não se limita a registar - é um tema altamente emotivo e conceituoso, cujos adeptos, em muitos casos, se deixam influenciar por convicções religiosas ou meras ilusões. A história ou conceito dos irmãos espaciais com um moral tipo Know-show tecnológico de uma super inteligência superior reveste-se de atrativos especiais para ocultistas a originarem novas religiões.

Temos grandes homens e mulheres na investigação Óvni na nossa atualidade onde o seu desempenho e primor são louváveis. Uma das pessoas que mais tem trabalhado nesta área tem sido a Hipnoterapeuta Dr.ª Gilda Moura, da qual muito tem ajudado aqueles que mais precisam de apoio para as suas dúvidas e tremores sobre o receio de possíveis abduzidos.

Esta Investigadora especializada em abduções onde tem efetuado várias, palestra sobre o assunto tem uma história da qual partilho a minha própria opinião. Estes seres podem já de alguma forma estarem entre nós como híbridos, e outras estarem de passagem pelo nosso planeta e aqui ficarem de passagem e aproveitarem para estudar a nossa fauna e ecossistema e mesmo a nossa espécie como seres vivos.

Estes seres extraterrestres de alguma forma podem ser o que chamamos de Biólogos cientistas e não de seres negativos! A Doutora Gilda chamemos-lhe assim, tem efetuado descobertas incríveis entre desenhos efetuados entre diversas vítimas de abdução onde descobrira semelhanças entre seus relatos e desenhos.

Será que estas vítimas estiveram na mesma nave? Será que estas pessoas que nunca se viram na vida estão a sofrer categoria 4 efetuada pela Dr.ª. Jenny  ! Será que existe a mesma mitologia em locais diferentes?

Quanto a mitologia é possível que sim.

Desta vez falo eu mesmo pela minha experiência com um fenômeno em Portugal de nome “Luz da Caniceira”, onde no Brasil tem mais que um nome como, Mãe Douro, Fogo Fatu, Mãe Terra e até Boi Tatá.

O mais curioso é que quando falamos em seres extraterrestres nos vêm á mente os seres “GREYS” que observamos muito divulgados na Internet. Pois bem meus amigos, existem coisas a que a mitologia pode passar de lenda a realidade. Reinaldo Coutinho um investigador e no meu entender um dos melhores na área da Mitologia Brasileira, nos fala de um caso em um dos seus livros (Cabeça-de-Cuia), que segundo a história deste ser é presenciada em Rios no Nordeste Brasileiro e seu aspecto físico demasiado parecido com um GREY.

Aqui se pode adicionar á 4 categoria, ou então será que existe a possibilidade de um destes seres ter ficado aprisionado na Terra! Ao que sabemos o Brasil é um país de grandes evidências de observações de Óvnis, os aumentos de avistamentos não param de aumentar e só em 2007 os números bateram recordes. Isto para não falarmos das diferentes divisórias entre supostas abduções neste país.

No Sul do Brasil parece existir mais uma forma de contato com seres a que as pessoas lhes atribuem o nome de seres luminosos. Mas quando as pessoas se referem ás abduções Negativas estas parecem estar a ocorrer no Nordeste do Brasil. Ao que parece as pessoas são perseguidas por estranhos objetos voadores e até mesmo caçadores viraram caçados.

Exemplo disso mesmo temos Terezina Piauí. Parece existir uma linha imaginária na zona central do Brasil onde ao que parece atuam duas espécies diferentes. Erro ou não estes são os dados informativos da qual já tive a oportunidade de discutir com outros investigadores e chegar ao consenso de que esta pode ser uma possibilidade em manter em aberto. Duas espécies que se evitam mutuamente, talvez por este motivo se mantenham em fronteiras imaginárias. Mas a questão é se são duas espécies ou existem mais. Existem relatos onde as pessoas mencionam mais do que uma espécie.

Recentemente se efetuou uma grande descoberta por um colega e investigador e amigo, Luís Mundinho que durante uma das suas pesquisas em rastos de dinossauros “Fosseis” efetuou uma incrível descoberta. Descoberta esta feita no Brasil num Vale conhecido como Vale dos Dinossauros. Foram encontradas marcas de um rasto de uma máquina em pedra da era Terciária. Não revelarei o nome do local precisamente a fim de se manter a salvo estas magnificas descobertas para um estudo mais aprofundado por científicos competentes no estudo destes vestígios.



Quem teria construído estas marcas? Os Dinossauros?

Segundo o investigador acima na primeira foto, numa conversa comigo falou que estas marcas fossilizadas são marcas de uma máquina e que datam de uns bons milhares de anos. Dinossauros certamente não fariam estas marcas nem possuiriam máquinas tão pouco. Mas então colocamos a possibilidade de se poder tratar de uma máquina de origem extraterrestre, exatamente da mesma forma que fazemos ao enviar as Sondas para Marte.
São descobertas destas que nos fazem estar constantemente a alterar as nossas opiniões e dúvidas sobre determinados assuntos em relação á Ufologia. Estas marcas estão presentes e bem no físico. Ao que sabemos é possível se fazer estas marcas quando libertadas as cinzas de um vulcão que com o passar dos anos estas cinzas se solidificam se transformando em rochas massivas, preservando assim as marcas. Mas neste caso nem vulcão temos pela área.

Mais um mistério.

Mas a verdade é que segundo este meu grande amigo continua a falar que os moradores relatam estranhos acontecimentos ufológicos no local. Será que estas marcas seriam de uma sonda a explorar o nosso planeta a fim de obter respostas de nossa atmosfera e habitabilidade? Por enquanto esta é a única conclusão mais plausível e a prova de que algum engenho aqui esteve no passado são estas mesmas marcas. Esperemos que estas possam ser investigadas, catalogadas e preservadas, longe dos fanáticos afim de obter lucro com esta preciosidade. Ao mostrar estas fotos ao Inglês investigador Bryan Scott, historiador natural do planeta, este mesmo ficou deslumbrado com esta descoberta fantástica. A primeira impressão que teve foi de que efetivamente estas marcas são a prova irrefutável que já somos visitados desde a origem da Terra.
O que estamos a fazer em Marte na atualidade, já o foi feito no passado por outras civilizações em relação á Terra. Sempre defendi esta tese, como a mais plausível desde sempre, especialmente quando em Marrocos á já alguns anos Arqueólogos descobrem um esqueleto de um Dinossauro a muitos metros de profundidade e este esqueleto tem uma perfuração no topo da cabeça do animal a chumbo.

Alguém atirou naquele animal o eliminando talvez para sua própria segurança como defesa.

·Mas quem teria atirado no animal?
·Quem teria armas na época Jurássica ou Terciária?
·Continua a ser um grande mistério.

Esperemos que dentro em breve obtenhamos mais informações e muitas mais imagens pelo meu amigo e que uma equipe possa se deslocar ao local a fim de averiguações e análises do local. Mas um caso que na Europa nos tem intrigado bastante é quando falamos de seres intraterrenos que vivem abaixo do solo.

Existem investigadores que afirmam que existem seres intraterrenos, seres estes que habitam o interior da terra, da mesma forma que as fadas, gnomos alfes etc.

Não seriam estes seres extraterrestres exilados na Terra? Não estariam aqui hospedados a fim de nos conhecerem um pouco melhor e a nossa evolução! Ou estariam estes em refúgio! São aspectos a pensar seriamente. Existem os que acreditam que estes sempre estiveram no interior da Terra possivelmente até antes da nossa espécie humana.
Mas então como se explica uma vez mais o porquê dos Mais, Incas Egípcios venerarem os Deuses das estrelas.

·Afinal estes de onde vêem?
·Das estrelas ou do interior da Terra?

Serra do Roncador Brasil e Serra da Gardunha Portugal guardam grandes mistérios até aqui por desvendar.

Mas e o caso Terra Oca!

Ao que sabemos a Terra não é Oca, a Terra se divide por várias secções desde a Crosta até ao Núcleo. Temos o exemplo de quando os Biólogos estudam o fundo dos Oceanos e descem nos mini-submarinos, quanto mais descem mais insuportável é o calor. Acredito sim que estes tenham sim a capacidade de se instalar em fendas de alguma forma gigantescas no interior da Terra. Mas em Terra Oca não acredito por fins científicos dos quais não poderei ignorar.
Existem pessoas que alegam já ter estado no interior destas bases alienígenas, mas para ser mais verídico seriam preciso provas mais refutáveis e não apenas palavras, embora as suas hipnoses assim o indiquem como casos verídicos.

·Mas por onde entram estes seres?
·Como conseguem entrar no interior de uma Serra ou Montanha?
·Será devido ás suas capacidades de desmaterialização!
·A mesma forma que ocorre com os seres durante a invasão dos quartos das suas vítimas!
·Mas serão mesmo espirituais estas abduções?

Não creio que o seja, pois já tivemos vários exemplos e comprovativos de como não o foi. Se bem que não se possa que na sua totalidade seja feito no físico. Temos um caso ocorrido a Sul de Portugal, mais precisamente na cidade de Sines onde uma jovem de nome Rossana, com apenas uns 13 anos, terá sido vítima de visitas de seres estranhos da qual ela fala serem extraterrestres.

Estes casos ocorreram em início de 2005, esta jovem recebe visitas noturnas indesejáveis e o mais curioso é que acaba por acordar na rua de manhã. Poderíamos alegar que poderia ser sonâmbula, mas essa questão está fora de parte. Como é possível se esta jovem vive só com o pai, este que vive na pesca e só regressa a casa de manhã. Esta acorda na rua com as portas trancadas e janelas com a chave no interior de sua casa.

Como é que ela saiu?

Agora pensamos um pouco. Se as abduções são alegadas por muitos que só são feitas no espírito, como pode o todo físico aparecer na rua? Tendo o pai de Rossana a encontrado mais que uma vez na rua quando vem do mar. Rossana falou em diversas situações em que deitada ouvia as passadas destes seres em sua casa e quando se aproximava do seu quarto que estes ficam bem juntos a ela e em algumas situações lhe tocavam.

Curiosamente existem centenas de relatos onde falam destes toques no corpo. Numa troca de Mails sobre esta situação com o Presidente da APO o Sr. Luís Aparicio, este alegou que estes toque apodem ser positivos que seria normal nas vítimas da qual estes estão interessados. Inclusive me recordo de que até poderia representar segurança para a vítima segundo Sr. Luís Aparicio.

Mas porque nos abduzem?

Será que os seres conhecidos como Greys ou Cinzas adoptam de um projeto á escala global de abdução dos humanos, porque eles estão a sofrer de algum defeito genético, onde a existência desta espécie possa estar em risco de extinção! Basta repararmos no seu pequeno tamanho encolhido e a sua pele acinzentada. Ou será que estão mesmo nos abduzidos em especial nas mulheres a fim de criarem o Híbrido perfeito. Existem muitos abduzidos que contam que lhes foram mostrados que eram meio alienígenas meio humano que realmente não pode haver dúvidas de que alguém está tentando cruzar a genética humana com a alienígena.

Uma possível razão para isso seria que a raça alienígena é muito velha e está em via de desaparecer. Pode ter ocorrido que com o tempo a sua genética se atrofiou ou foi a tal ponto distorcida que agora estão a tentar recuperar a jovem genética de nossa raça.  É como se estivessem mitigando os danos mediante a combinação de nossos genes com os deles. Tudo aponta para que os alienígenas que estão levando a cabo tais atividades têm uma base genética similar à nossa.

Metade humano metade alienígena.

O grande problema é a falta de memória de muitos dos nossos abduzidos. Á um facto muito curioso que o investigador Vand Dyk, meio céptico alega por desconfiança, o porquê, de um abduzido raramente conseguir descrever o interior de uma nave com mais pormenores.

Esta é uma outra situação controversa. É aqui que muitos deixam de acreditar nos abduzidos. Mas já se imaginaram de quando vamos ao hospital por motivos menos bons e nos levam de ambulância para um Hospital? Durante a viagem dependentemente de cada situação, vamos drogados com soros, e medicamentos etc. Ao chegar no hospital a pessoa vai que meio drogada e deitada numa maca apenas só vai ser o teto e a luz acima desta vendo tudo em sua volta enevoado. Névoa esta que é resultado dos produtos químicos induzidos no seu organismo.
O mesmo se passa nas abduções.

A luz também nos confunde o espaço onde possamos estar visto provocar encandeamento e no encadeamento da luz, acabamos por fechar os olhos e não vamos vermos nada só assim acabamos por nos sentir um pouco mais confortáveis. Talvez seja esta a razão de que muitos abduzidos não se recordam do interior do objeto ou sala onde estiveram. As testemunhas falam muito em liquido amargo na boca, liquido este que poderá ser o que os leva a ficarem sem reação do corpo facilitando assim o seu transporte e controlo e manuseamento.

Temos o exemplo do caso Betty Anderson em 1967 onde ela também fala de estar numa cadeira transparente cheia de liquido acinzentado, e que a alimentava com um liquido adocicado, que entrava por um tubo na sua boca. Temos um outro exemplo de um abduzido em Portugal de nome fictício Manoel, que fala que sempre que é abduzido passa dois dias a três com náuseas e vómitos. Fica com um forte paladar na sua boca.

O mesmo ocorre com as mulheres grávidas que durante a gravidez, estas tem de efetuar uma ida ao médico onde tomam um liquido adocicado a fim de ver a sua reação de estômago, onde normalmente acabam por ter os respectivos vómitos. Eu mesmo já pude ver esta experiência durante a gravidez da minha esposa.

As pessoas não digo todas mas uma maioria delas acaba por ficar com uma forte má indisposição depois de tomar este liquido como também a sua tenção arterial em algumas situações fica mesmo descontrolada por breves instantes. Será que esta é a mesma técnica dos nossos amigos cósmicos? Na verdade muitas coincidências.

Moradores Invisíveis

Este é o caso de onde se fala da passagem de um Portal e seus moradores invisíveis. Esta história pode ser encontrada no livro Portal de Guilherme Raymundo um grande amigo da qual tenho grande estima. Guilherme Raymundo é um grande investigador senão um dos melhores no Brasil.

Aqui apresento uma parte da sua investigação. Segundo os mais antigos de Peruibenses que nos tempos antigos existiam estradas pelas picadas. Abaixo do atual caminho, via-se em certas noites um Portal. Um portal que segundo as suas palavras se encontrava aberto. Os moradores de Guaraú consideram o local sagrado e dizem que dentro da montanha existe uma vida muito especial com moradores invisíveis, o mesmo segundo o corre na Serra do Roncador!

Segundo os habitantes de Guaraú, estes seres invisíveis protegem Peruibe e parecem de alguma forma entrar no que chamamos de religião ao desconhecido. O mesmo se passou em Fátima Portugal, onde agora existe um gigantesco Santuário em homenagem a algo que viram da qual atribuíram a uma entidade religiosa.

Mas voltando novamente a Guaraú. Ao local onde supostamente estaria essa passagem Portal, se deslocaram muitas pessoas como também esotéricos. As marcas descritas é de que a porta se assemelha a uma cobra gigante imprensa na parede rochosa. As pessoas designam esta com um poder imenso energético, que antigamente as pessoas se deslocavam a este local para acariciar sete vezes este portal ou passagem, segundo as pessoas acreditam que se lhe tocarmos sete vezes iriam atrair felicidade e prosperidade a todos os bons propósitos da vida. Existe uma historiadora da qual não é mencionado seu nome pelo amigo Guilherme Raymundo a que esta já teve a oportunidade de ver um vulto á meia - noite quando passava em frente deste local.
Segundo a descrição este ser seria alto de feições belas e louro, e que atravessava esta pedra onde é o portal. Este misterioso ser ou Homem alto se veste de branco e tem o costume segundo descrito em seu livro de ficar no meio da mata a observar o céus o seu redor e até o mar, regressando suavemente para a rocha Porta. Por esta razão lhe chamam de guardião protetor de Peruíbe. Casos destes são muitos os existentes no Brasil e descritos em muitos livros por vários investigadores. Este ser com feições humanas terá a capacidade de desmaterializar como o fazem supostamente os extraterrestres, será ele mesmo um extraterrestre?

Mais um enigma.

A vida é feita de enigmas não é verdade. A Ufologia tem como tema de estudo os Óvnis onde tem a sua investigação séria datada de 1947, quando o nosso já conhecido Arnold, viu os Óvnis enquanto fazia a busca de um outro avião que se teria despenhado. Foi então que ficou reconhecida a palavra “Discos Voadores” um nome um pouco ridículo, mas com fundamento para o que este teria descrito na sua observação. A visão de mistérios celestes é anterior á meados do nosso século, e os escritos de Charles Forte abundam em informações muito interessantes sobre esta natureza.

Aconselho a lerem os seus livros.

As entidades com os seus ataques noturnos de natureza sexual, raptos por seres extraterrestres constituem experiências ao que se julga a humanidade sempre esteve sujeita. Mas foi quando o tema Ufologia ganhou contornos e ao descoberto estas situações de raptos de origens variadas tão altamente incomodativas que nos priva de nossa própria liberdade se tornou para muitas pessoas um martírio de sofrimento e até de loucura para outras. Porém como é o caso acima de Guaraú, Peruíbe estas ficaram mais pelo ato religioso de fé. O mesmo em muitos outros casos de observações destes seres. Mas tudo depende de cada encontro ou forma de contato! Cada caso de abdução ou contato apresenta uma experiência diferente, são raros aqueles que demonstram semelhanças. Mas á que analisar cada situação ponderadamente e nunca cair na primeira impressão de realidade. Á também que saber auto avaliar a pessoa vítima, para poder avançar com uma investigação séria e não fantasiosa.

Nota: Meus amigos fico por aqui. Creio que esta matéria está apta a se estender em demasiado. Tive a peculiaridade de falar em temas controversos e repetidamente em determinadas situações durante a construção deste artigo. A ideia é colocar a mente a pensar durante o tempo de leitura. Digamos que desta forma estamos sempre a reavivar a memória de todas as partes interessantes do texto. Assim facilita termos uma ideia de tudo o que está aqui descrito. Teremos muitos mais trabalhos desta ambiguidade.

Matéria elaborada e investigada por - Nuno Alves. Agradecimentos ao amigo, Comandante José Guilherme Raymundo e Luís Mundinho.As experiências com extraterrestres são nada mais nada menos que uma experiência com o desconhecido do nosso raciocínio. Serão estes seres realmente extraterrestres, seres que habitam as profundezas da Terra, seres espirituais ou mesmo seres de outras dimensões.

Este é o grande enigma de vários investigadores, especialmente quando nos definimos a abduções! Com o passar das palavras, vão entender as várias opiniões de variados investigadores perante as suas teses e investigações ao longo dos anos.

Segundo os milhares de registo se crê que as abduções tiveram conhecimento a público nos finais dos anos 30 princípios dos anos 40.

Mas será que estas abduções só ocorreram mesmo no início dos anos 40? Julga-se que já muito antes existam contatos com seres cósmicos como exemplo, os Maias, Incas, Egípcios entre outros povos da antiguidade. Como também como muito bem sabemos podemos encontrar também algumas destas evidências na Bíblia e mesmo o que esconde o Grande Mistério da Arca da Aliança!

Á quem sugira que os OVNIs estão entre nós desde o princípio, tendo escrito livros onde apresentam evidencias arqueológicas bastante interessantes e ambíguas, no que se refere a apoio das suas bases.

Existem muitas representações de seres alados com capacetes exóticos que pairam no ar em ovnis de variadas formas e cores desde o quarto milénio a.C., mas a sua interpretação deve se procurar-se no reino da religião e da mitologia e não a ser racionalizada pelos nossos grandes e inteligentes cientistas.
A metade do século XX o número de observações de OVNIs mais constantes reduzindo todos os outros casos mais insólitos como fantasmas e todo o mundo paranormal.

Estávamos a vivendo a era do disco voador.

Esta nova tendência dos investigadores do paranormal perante esta situação levaram a crer que de alguma forma os extraterrestres podiam ser projeções inconscientes da mente humana.

A partir dos anos 90, os OVNIs ganham novos entusiastas e mais uma legião de pessoas na área de investigação em campo. É então que em 1991 é apresentada a primeira investigação científica por Budd Hopkins em pareceria com David Jacobs.
Estes dois grandes investigadores, curiosos com os números elevados de observações ovni e relatos de estranhas luzes, estudam uma forma de poderem progredir num trabalho elaborado de forma aleatória. É então que estes consultam e entrevistam uma média de 6.000 norte-Americanos adultos onde perguntam se alguma vez presenciaram alguma coisa fora do normal enquanto dormiam, coisas das quais estas pessoas não consigam entender ou compreender perante seu raciocínio.

- Por exemplo; se estes se lembram de ver luzes ou vultos durante o sono ou a qualquer hora do dia, como se alguma vez perderam a noção do tempo. Os investigadores em apenas 119 pessoas, ou seja 2% das 6.000 pessoas se lembravam de um ou mais casos desta natureza.

Os resultados falam por si mesmos.

As pessoas parecem estar a despertar para algo que lhes está a alterar as vidas, e cada vez mais se manifestam a este respeito. Mas como sempre existe sempre um senão! Digo senão porque á que saber avaliar e ponderar os dois lados da moeda. Os mais científicos acreditam que as abduções são apenas aspectos não paranormais mas sim mais de alteração de estado coletivo.

Exemplo disso mesmo o Dr. Ronald Siegel, da Faculdade de UCLA, psicanalista onde aborda os comportamentos de abdução em, eventos internos humanos com causas comuns abrangem as falsificações de memória, síndrome de lembranças falsas, diversos estados de consciência alterada, paralisia do sono, sonhos de falso despertar, sonhos “lúcidos” que são aqueles que nos parecem tão reais que nos levam dias a pensar em cada pormenor desse sonho, onde um quarto da população já deve ter passado por esta experiência.

O lado paracientífico já avança com outras ideias sobre esta situação. Pois como sabemos ninguém é possuidor da verdade e por mais que avancemos nos estudos desta área fica sempre muito difícil de efetuar qualquer avanço quando subimos 5 degraus de imediato temos de descer 3. As dificuldades de efetuar uma prova pela parte científica também ela é feita por bases de conceitos científicos.

Isto para a ciência alternativa de uma forma geral se torna um pouco mais fácil de explicar seus fundamentos, mas tudo em base de teologias e metodologias sem qualquer prova aparente e palpável.
Mas a verdade é que são as que mais resultados até ao momento nos têm apresentado com os muitos casos desvendados nestes últimos anos como o famoso caso em Portugal da Carla Batista entre outras pessoas para não avançarmos sempre no termo Americano.

Vejamos aqui alguns casos do que alguns investigadores acham sobre as abduções e extraterrestres.
O Psicanalista Suíço Dr. Carl Jung, a estas situações chamou-lhe de inconsciência coletiva! Segundo Dr. Carl Jung explica que este é feito através de um campo mental plasmático habitado por criaturas mitológicas, no nosso cérebro devido a uma questão de nossa cultura e local onde nos encontremos. Como pode ser uma tradição de família sobre determinados mitos, que com o tempo alimenta o cérebro que por sua vez cria estes efeitos coletivos nas pessoas, com sentimentos, medos uma experiência comum da nossa espécie.

A outra parte apontada pelo Dr. Carl Jung, é que os contatos com extraterrestres pode ser uma realidade subjetiva onde os supostos abduzidos interpretam nesses termos, porque em determinado grau, é sociável o fazer. Já na antiguidade as testemunhas teriam explicado a experiência de acordo com umas simbologia.

A Dr.ª. Aphrodite Clamar, fala que quanto maior é a pressão exercida sobre o paciente para se recordar dos pormenores, mais ele se esforça por fornece-los, mas com um grau de confiança descrente. Se a hipnose é praticada por pessoas não totalmente neutras e indiferentes aos resultados, subsiste sempre um forte perigo de ele estar a ser manipulado, o que na maioria das vezes, não se reveste de intencionalidade e por conseguinte, não é detectado na altura. Também á vantagens, pela mesma razão em que não assistam estranhos às sessões, regra nem sempre observada. A mínima indicação é aceita como prova de um rapto pelos seus altos sacerdotes.

Basta alguém ter um sonho assustador ou um pressentimento desagradável em determinada estrada. Algumas dessas sugestões baseiam-se naquilo que se supõe recordar do que aconteceu há muito tempo, talvez na infância, sem admitir que se pode tratar de uma evocação falsa ou deficiente.

Os pacientes prometedores são sondados como bruxas de outrora e examinados, em busca de marcas físicas no corpo confirmativas das suas suspeitas. A ausência de tempo é considerada um critério infalível como também o fala o Budd Hopkins. Mesmo na falta de uma aparição! Um hipnotizador profissional com muita experiência da síndrome não pode ter certezas de as alegadas vítimas de rapto possuírem uma experiência real e não imaginária.

Já a Investigadora Jenny Randles, tem uma perspectiva mais afirmativa nas abduções para entre extraterrestres e humanos. Esta alega que não acredita que exista um grande número de extraterrestres a abduzir em físico os humanos. Segundo esta investigadora após análise e segundo esta alega ter passado por estas experiências, existe uma forma adutiva com o superior “seres”, onde existe uma técnica muito evoluída onde se pode raptar a pessoa quando esta está a dormir em estado alterado.

Pois é aqui que ela acredita que se faz também a comunicação com seres superiores em suas naves.

Mas como ela afirma (Identifiquei diversas explicações possíveis para essas experiências e nenhuma delas está relacionada ao transporte físico de seres humanos a bordo de uma nave ou OVNI. Disso tenho eu certeza), Palavras de Jenny Randles.

De acordo com Jenny Randles, todos os avistamentos de Ovnis e abduções no físico se encaixam-se em quatro categorias principais: eventos externos com causas comuns, eventos externos com causas exóticas.

1 - Vénus, a estrela brilhante que pelos menos entendidos em astronomia a podem confundir com um OVNI.
2 - Temos “FANIs” Fenômenos Atmosféricos Não - Identificados. Atmosfera pesada, fenômenos eléctricos e gás dos pântanos.
3 - As doenças e síndromes e paralisia durante o sono entre outras que nunca mais acabam.
4 - É a Mitologia e a continuidade de fomentar o nosso subconsciente.

Eu para ser sincero não acredito muito nesta metodologia da Dr.ª. Jenny Randles. Seria o mesmo que defender a espiritualidade e colocar de parte a Ovnilogia, de que todos os trabalhos feitos pelos nossos colegas no passado e presente fossem uma perda de tempo. Quando ela mesma recorre aos nossos mais antigos investigadores para solucionar alguns dos trabalhos dela. Isto como ela mesmo alega ter a sua própria experiência! Quem alega que ela não esteja errada e esteja ela mesma a cair na 4 categoria, marcada por ela mesma! Mas existe também aqui um senão!

Vejamos a Mitologia Antiga.

Como muito tenho referenciado em muitos dos meus trabalhos sobre ovnis extraterrestres, contatos etc. Já no passado os Sumérios, Egípcios, Maias, Incas, se rendiam aos seus Deuses que curiosamente todos eles eram Deuses das estrelas. Uma força invisível que com o passar dos anos continuou e se fundou na Mitologia do que pode ter sido um contato com outra civilização do espaço e não propriamente Deuses. O entendimento de Deuses pelos nossos antepassados seria obviamente devido a uma tecnologia totalmente desconhecida por parte dos visitantes para com os humanos.

Se considerarmos os Ovnis no conjunto de fenómenos metafísicos não haverá o perigo de que a Ufologia se torne tão irracional como os cultos religiosos que se baseiam em fé cega, de crentes sem provas e de pregadores sem conclusões.

Isto implica a área espiritual!

Vejamos a conclusão de Van Dyk, que considerou esta possibilidade de que sendo paranormais essas canalizações de Espíritas podem simplesmente permitir fantasias de seu próprio subconsciente ou talvez mesmo estabelecer ligação com seres desencarnados no plano astral que se divertem em engana-los.

Sinceramente partilho inteiramente destas palavras. Já foi possível ver em determinadas situações a espiritualidade querer tomar posse da Ufologia! Seria está mais uma forma de atrair seguidores para um mundo de fantasia, falsas esperanças como falsos profetas e falsas promessas. Sempre o tivemos na história da humanidade e a cada dia que passa novas religiões surgem como novos e falsos profetas também. Inclusive já existem Igrejas em algumas cidades nos Estados Unidos que são de adoração aos extraterrestres, e acreditem que estas igrejas faturam muitos dólares dos seus crentes que acreditam que serão salvos por frotas alienígenas.

A Ufologia não se limita a registar - é um tema altamente emotivo e conceituoso, cujos adeptos, em muitos casos, se deixam influenciar por convicções religiosas ou meras ilusões. A história ou conceito dos irmãos espaciais com um moral tipo Know-show tecnológico de uma super inteligência superior reveste-se de atrativos especiais para ocultistas a originarem novas religiões.

Temos grandes homens e mulheres na investigação Óvni na nossa atualidade onde o seu desempenho e primor são louváveis. Uma das pessoas que mais tem trabalhado nesta área tem sido a Hipnoterapeuta Dr.ª Gilda Moura, da qual muito tem ajudado aqueles que mais precisam de apoio para as suas dúvidas e tremores sobre o receio de possíveis abduzidos.

Esta Investigadora especializada em abduções onde tem efetuado várias, palestra sobre o assunto tem uma história da qual partilho a minha própria opinião. Estes seres podem já de alguma forma estarem entre nós como híbridos, e outras estarem de passagem pelo nosso planeta e aqui ficarem de passagem e aproveitarem para estudar a nossa fauna e ecossistema e mesmo a nossa espécie como seres vivos.

Estes seres extraterrestres de alguma forma podem ser o que chamamos de Biólogos cientistas e não de seres negativos! A Doutora Gilda chamemos-lhe assim, tem efetuado descobertas incríveis entre desenhos efetuados entre diversas vítimas de abdução onde descobrira semelhanças entre seus relatos e desenhos.

Será que estas vítimas estiveram na mesma nave? Será que estas pessoas que nunca se viram na vida estão a sofrer categoria 4 efetuada pela Dr.ª. Jenny  ! Será que existe a mesma mitologia em locais diferentes?

Quanto a mitologia é possível que sim.

Desta vez falo eu mesmo pela minha experiência com um fenômeno em Portugal de nome “Luz da Caniceira”, onde no Brasil tem mais que um nome como, Mãe Douro, Fogo Fatu, Mãe Terra e até Boi Tatá.

O mais curioso é que quando falamos em seres extraterrestres nos vêm á mente os seres “GREYS” que observamos muito divulgados na Internet. Pois bem meus amigos, existem coisas a que a mitologia pode passar de lenda a realidade. Reinaldo Coutinho um investigador e no meu entender um dos melhores na área da Mitologia Brasileira, nos fala de um caso em um dos seus livros (Cabeça-de-Cuia), que segundo a história deste ser é presenciada em Rios no Nordeste Brasileiro e seu aspecto físico demasiado parecido com um GREY.

Aqui se pode adicionar á 4 categoria, ou então será que existe a possibilidade de um destes seres ter ficado aprisionado na Terra! Ao que sabemos o Brasil é um país de grandes evidências de observações de Óvnis, os aumentos de avistamentos não param de aumentar e só em 2007 os números bateram recordes. Isto para não falarmos das diferentes divisórias entre supostas abduções neste país.

No Sul do Brasil parece existir mais uma forma de contato com seres a que as pessoas lhes atribuem o nome de seres luminosos. Mas quando as pessoas se referem ás abduções Negativas estas parecem estar a ocorrer no Nordeste do Brasil. Ao que parece as pessoas são perseguidas por estranhos objetos voadores e até mesmo caçadores viraram caçados.

Exemplo disso mesmo temos Terezina Piauí. Parece existir uma linha imaginária na zona central do Brasil onde ao que parece atuam duas espécies diferentes. Erro ou não estes são os dados informativos da qual já tive a oportunidade de discutir com outros investigadores e chegar ao consenso de que esta pode ser uma possibilidade em manter em aberto. Duas espécies que se evitam mutuamente, talvez por este motivo se mantenham em fronteiras imaginárias. Mas a questão é se são duas espécies ou existem mais. Existem relatos onde as pessoas mencionam mais do que uma espécie.

Recentemente se efetuou uma grande descoberta por um colega e investigador e amigo, Luís Mundinho que durante uma das suas pesquisas em rastos de dinossauros “Fosseis” efetuou uma incrível descoberta. Descoberta esta feita no Brasil num Vale conhecido como Vale dos Dinossauros. Foram encontradas marcas de um rasto de uma máquina em pedra da era Terciária. Não revelarei o nome do local precisamente a fim de se manter a salvo estas magnificas descobertas para um estudo mais aprofundado por científicos competentes no estudo destes vestígios.

Quem teria construído estas marcas? Os Dinossauros?

Segundo o investigador acima na primeira foto, numa conversa comigo falou que estas marcas fossilizadas são marcas de uma máquina e que datam de uns bons milhares de anos. Dinossauros certamente não fariam estas marcas nem possuiriam máquinas tão pouco. Mas então colocamos a possibilidade de se poder tratar de uma máquina de origem extraterrestre, exatamente da mesma forma que fazemos ao enviar as Sondas para Marte.
São descobertas destas que nos fazem estar constantemente a alterar as nossas opiniões e dúvidas sobre determinados assuntos em relação á Ufologia. Estas marcas estão presentes e bem no físico. Ao que sabemos é possível se fazer estas marcas quando libertadas as cinzas de um vulcão que com o passar dos anos estas cinzas se solidificam se transformando em rochas massivas, preservando assim as marcas. Mas neste caso nem vulcão temos pela área.

Mais um mistério.

Mas a verdade é que segundo este meu grande amigo continua a falar que os moradores relatam estranhos acontecimentos ufológicos no local. Será que estas marcas seriam de uma sonda a explorar o nosso planeta a fim de obter respostas de nossa atmosfera e habitabilidade? Por enquanto esta é a única conclusão mais plausível e a prova de que algum engenho aqui esteve no passado são estas mesmas marcas. Esperemos que estas possam ser investigadas, catalogadas e preservadas, longe dos fanáticos afim de obter lucro com esta preciosidade. Ao mostrar estas fotos ao Inglês investigador Bryan Scott, historiador natural do planeta, este mesmo ficou deslumbrado com esta descoberta fantástica. A primeira impressão que teve foi de que efetivamente estas marcas são a prova irrefutável que já somos visitados desde a origem da Terra.
O que estamos a fazer em Marte na atualidade, já o foi feito no passado por outras civilizações em relação á Terra. Sempre defendi esta tese, como a mais plausível desde sempre, especialmente quando em Marrocos á já alguns anos Arqueólogos descobrem um esqueleto de um Dinossauro a muitos metros de profundidade e este esqueleto tem uma perfuração no topo da cabeça do animal a chumbo.

Alguém atirou naquele animal o eliminando talvez para sua própria segurança como defesa.

·Mas quem teria atirado no animal?
·Quem teria armas na época Jurássica ou Terciária?
·Continua a ser um grande mistério.

Esperemos que dentro em breve obtenhamos mais informações e muitas mais imagens pelo meu amigo e que uma equipe possa se deslocar ao local a fim de averiguações e análises do local. Mas um caso que na Europa nos tem intrigado bastante é quando falamos de seres intraterrenos que vivem abaixo do solo.

Existem investigadores que afirmam que existem seres intraterrenos, seres estes que habitam o interior da terra, da mesma forma que as fadas, gnomos alfes etc.

Não seriam estes seres extraterrestres exilados na Terra? Não estariam aqui hospedados a fim de nos conhecerem um pouco melhor e a nossa evolução! Ou estariam estes em refúgio! São aspectos a pensar seriamente. Existem os que acreditam que estes sempre estiveram no interior da Terra possivelmente até antes da nossa espécie humana.
Mas então como se explica uma vez mais o porquê dos Mais, Incas Egípcios venerarem os Deuses das estrelas.

·Afinal estes de onde vêem?
·Das estrelas ou do interior da Terra?

Serra do Roncador Brasil e Serra da Gardunha Portugal guardam grandes mistérios até aqui por desvendar.

Mas e o caso Terra Oca!

Ao que sabemos a Terra não é Oca, a Terra se divide por várias secções desde a Crosta até ao Núcleo. Temos o exemplo de quando os Biólogos estudam o fundo dos Oceanos e descem nos mini-submarinos, quanto mais descem mais insuportável é o calor. Acredito sim que estes tenham sim a capacidade de se instalar em fendas de alguma forma gigantescas no interior da Terra. Mas em Terra Oca não acredito por fins científicos dos quais não poderei ignorar.
Existem pessoas que alegam já ter estado no interior destas bases alienígenas, mas para ser mais verídico seriam preciso provas mais refutáveis e não apenas palavras, embora as suas hipnoses assim o indiquem como casos verídicos.

·Mas por onde entram estes seres?
·Como conseguem entrar no interior de uma Serra ou Montanha?
·Será devido ás suas capacidades de desmaterialização!
·A mesma forma que ocorre com os seres durante a invasão dos quartos das suas vítimas!
·Mas serão mesmo espirituais estas abduções?

Não creio que o seja, pois já tivemos vários exemplos e comprovativos de como não o foi. Se bem que não se possa que na sua totalidade seja feito no físico. Temos um caso ocorrido a Sul de Portugal, mais precisamente na cidade de Sines onde uma jovem de nome Rossana, com apenas uns 13 anos, terá sido vítima de visitas de seres estranhos da qual ela fala serem extraterrestres.

Estes casos ocorreram em início de 2005, esta jovem recebe visitas noturnas indesejáveis e o mais curioso é que acaba por acordar na rua de manhã. Poderíamos alegar que poderia ser sonâmbula, mas essa questão está fora de parte. Como é possível se esta jovem vive só com o pai, este que vive na pesca e só regressa a casa de manhã. Esta acorda na rua com as portas trancadas e janelas com a chave no interior de sua casa.

Como é que ela saiu?

Agora pensamos um pouco. Se as abduções são alegadas por muitos que só são feitas no espírito, como pode o todo físico aparecer na rua? Tendo o pai de Rossana a encontrado mais que uma vez na rua quando vem do mar. Rossana falou em diversas situações em que deitada ouvia as passadas destes seres em sua casa e quando se aproximava do seu quarto que estes ficam bem juntos a ela e em algumas situações lhe tocavam.

Curiosamente existem centenas de relatos onde falam destes toques no corpo. Numa troca de Mails sobre esta situação com o Presidente da APO o Sr. Luís Aparicio, este alegou que estes toque apodem ser positivos que seria normal nas vítimas da qual estes estão interessados. Inclusive me recordo de que até poderia representar segurança para a vítima segundo Sr. Luís Aparicio.

Mas porque nos abduzem?

Será que os seres conhecidos como Greys ou Cinzas adoptam de um projeto á escala global de abdução dos humanos, porque eles estão a sofrer de algum defeito genético, onde a existência desta espécie possa estar em risco de extinção! Basta repararmos no seu pequeno tamanho encolhido e a sua pele acinzentada. Ou será que estão mesmo nos abduzidos em especial nas mulheres a fim de criarem o Híbrido perfeito. Existem muitos abduzidos que contam que lhes foram mostrados que eram meio alienígenas meio humano que realmente não pode haver dúvidas de que alguém está tentando cruzar a genética humana com a alienígena.

Uma possível razão para isso seria que a raça alienígena é muito velha e está em via de desaparecer. Pode ter ocorrido que com o tempo a sua genética se atrofiou ou foi a tal ponto distorcida que agora estão a tentar recuperar a jovem genética de nossa raça.  É como se estivessem mitigando os danos mediante a combinação de nossos genes com os deles. Tudo aponta para que os alienígenas que estão levando a cabo tais atividades têm uma base genética similar à nossa.

Metade humano metade alienígena.

O grande problema é a falta de memória de muitos dos nossos abduzidos. Á um facto muito curioso que o investigador Vand Dyk, meio céptico alega por desconfiança, o porquê, de um abduzido raramente conseguir descrever o interior de uma nave com mais pormenores.

Esta é uma outra situação controversa. É aqui que muitos deixam de acreditar nos abduzidos. Mas já se imaginaram de quando vamos ao hospital por motivos menos bons e nos levam de ambulância para um Hospital? Durante a viagem dependentemente de cada situação, vamos drogados com soros, e medicamentos etc. Ao chegar no hospital a pessoa vai que meio drogada e deitada numa maca apenas só vai ser o teto e a luz acima desta vendo tudo em sua volta enevoado. Névoa esta que é resultado dos produtos químicos induzidos no seu organismo.
O mesmo se passa nas abduções.

A luz também nos confunde o espaço onde possamos estar visto provocar encandeamento e no encadeamento da luz, acabamos por fechar os olhos e não vamos vermos nada só assim acabamos por nos sentir um pouco mais confortáveis. Talvez seja esta a razão de que muitos abduzidos não se recordam do interior do objeto ou sala onde estiveram. As testemunhas falam muito em liquido amargo na boca, liquido este que poderá ser o que os leva a ficarem sem reação do corpo facilitando assim o seu transporte e controlo e manuseamento.

Temos o exemplo do caso Betty Anderson em 1967 onde ela também fala de estar numa cadeira transparente cheia de liquido acinzentado, e que a alimentava com um liquido adocicado, que entrava por um tubo na sua boca. Temos um outro exemplo de um abduzido em Portugal de nome fictício Manoel, que fala que sempre que é abduzido passa dois dias a três com náuseas e vómitos. Fica com um forte paladar na sua boca.

O mesmo ocorre com as mulheres grávidas que durante a gravidez, estas tem de efetuar uma ida ao médico onde tomam um liquido adocicado a fim de ver a sua reação de estômago, onde normalmente acabam por ter os respectivos vómitos. Eu mesmo já pude ver esta experiência durante a gravidez da minha esposa.

As pessoas não digo todas mas uma maioria delas acaba por ficar com uma forte má indisposição depois de tomar este liquido como também a sua tenção arterial em algumas situações fica mesmo descontrolada por breves instantes. Será que esta é a mesma técnica dos nossos amigos cósmicos? Na verdade muitas coincidências.

Moradores Invisíveis

Este é o caso de onde se fala da passagem de um Portal e seus moradores invisíveis. Esta história pode ser encontrada no livro Portal de Guilherme Raymundo um grande amigo da qual tenho grande estima. Guilherme Raymundo é um grande investigador senão um dos melhores no Brasil.

Aqui apresento uma parte da sua investigação. Segundo os mais antigos de Peruibenses que nos tempos antigos existiam estradas pelas picadas. Abaixo do atual caminho, via-se em certas noites um Portal. Um portal que segundo as suas palavras se encontrava aberto. Os moradores de Guaraú consideram o local sagrado e dizem que dentro da montanha existe uma vida muito especial com moradores invisíveis, o mesmo segundo o corre na Serra do Roncador!

Segundo os habitantes de Guaraú, estes seres invisíveis protegem Peruibe e parecem de alguma forma entrar no que chamamos de religião ao desconhecido. O mesmo se passou em Fátima Portugal, onde agora existe um gigantesco Santuário em homenagem a algo que viram da qual atribuíram a uma entidade religiosa.

Mas voltando novamente a Guaraú. Ao local onde supostamente estaria essa passagem Portal, se deslocaram muitas pessoas como também esotéricos. As marcas descritas é de que a porta se assemelha a uma cobra gigante imprensa na parede rochosa. As pessoas designam esta com um poder imenso energético, que antigamente as pessoas se deslocavam a este local para acariciar sete vezes este portal ou passagem, segundo as pessoas acreditam que se lhe tocarmos sete vezes iriam atrair felicidade e prosperidade a todos os bons propósitos da vida. Existe uma historiadora da qual não é mencionado seu nome pelo amigo Guilherme Raymundo a que esta já teve a oportunidade de ver um vulto á meia - noite quando passava em frente deste local.
Segundo a descrição este ser seria alto de feições belas e louro, e que atravessava esta pedra onde é o portal. Este misterioso ser ou Homem alto se veste de branco e tem o costume segundo descrito em seu livro de ficar no meio da mata a observar o céus o seu redor e até o mar, regressando suavemente para a rocha Porta. Por esta razão lhe chamam de guardião protetor de Peruíbe. Casos destes são muitos os existentes no Brasil e descritos em muitos livros por vários investigadores. Este ser com feições humanas terá a capacidade de desmaterializar como o fazem supostamente os extraterrestres, será ele mesmo um extraterrestre?

Mais um enigma.

A vida é feita de enigmas não é verdade. A Ufologia tem como tema de estudo os Óvnis onde tem a sua investigação séria datada de 1947, quando o nosso já conhecido Arnold, viu os Óvnis enquanto fazia a busca de um outro avião que se teria despenhado. Foi então que ficou reconhecida a palavra “Discos Voadores” um nome um pouco ridículo, mas com fundamento para o que este teria descrito na sua observação. A visão de mistérios celestes é anterior á meados do nosso século, e os escritos de Charles Forte abundam em informações muito interessantes sobre esta natureza.

Aconselho a lerem os seus livros.

As entidades com os seus ataques noturnos de natureza sexual, raptos por seres extraterrestres constituem experiências ao que se julga a humanidade sempre esteve sujeita. Mas foi quando o tema Ufologia ganhou contornos e ao descoberto estas situações de raptos de origens variadas tão altamente incomodativas que nos priva de nossa própria liberdade se tornou para muitas pessoas um martírio de sofrimento e até de loucura para outras. Porém como é o caso acima de Guaraú, Peruíbe estas ficaram mais pelo ato religioso de fé. O mesmo em muitos outros casos de observações destes seres. Mas tudo depende de cada encontro ou forma de contato! Cada caso de abdução ou contato apresenta uma experiência diferente, são raros aqueles que demonstram semelhanças. Mas á que analisar cada situação ponderadamente e nunca cair na primeira impressão de realidade. Á também que saber auto avaliar a pessoa vítima, para poder avançar com uma investigação séria e não fantasiosa.

Nota: Meus amigos fico por aqui. Creio que esta matéria está apta a se estender em demasiado. Tive a peculiaridade de falar em temas controversos e repetidamente em determinadas situações durante a construção deste artigo. A ideia é colocar a mente a pensar durante o tempo de leitura. Digamos que desta forma estamos sempre a reavivar a memória de todas as partes interessantes do texto. Assim facilita termos uma ideia de tudo o que está aqui descrito. Teremos muitos mais trabalhos desta ambiguidade.

Matéria elaborada e investigada por - Nuno Alves. Agradecimentos ao amigo, Comandante José Guilherme Raymundo e Luís Mundinho.




Não deixe de nos contatar via e-mail: ufo_portugal@sapo.pt 

Sem comentários:

Enviar um comentário