segunda-feira, 10 de abril de 2017

OVNIs na Áustria são investigados pela MUFON - NETWORK

Ao retornar para casa, por volta das 22h30, depois de um dia de trabalho, Manuel C, que reside na Áustria e estava na companhia do amigo Franz, avistou três misteriosas esferas luminosas numa região remota do pequeno país - com população inferior a dez milhões de habitantes.

Em depoimento à Mutual UFO Network (MUFON), maior e mais antiga organização de pesquisas ufológicas do mundo, disse que naquela escura noite de 4 de janeiro, ao percorrer um trajeto distante das áreas urbanas, percebeu atividades anômalas na região - contudo, é imperativo ressaltar que as imagens só foram exibidas em abril.

“Sem ter pensado alguma coisa, olhei para o céu escuro, de repente eu vi 3 objetos luminosos muito brilhantes que flutuavam muito lentamente, giravam em um tipo de padrão de círculo e ficavam em pé no ar!!”, revelou.

Impressionado com o episódio, ele estacionou o carro e filmou as naves pelo telefone celular. Ainda destacou que o isolado lugar estava completamente escuro. Salientou também que os aparentes objetos voadores não identificados (ovnis/UFOs) eram silenciosos.

Apesar de Manuel gravar os OVNIs por apenas 40 segundos, devido ao telefone móvel ter pouco espaço na memória, e o aparelho usado pelo colega ser antigo e não contar com câmera acoplada, eles permaneceram visíveis por aproximadamente 4 minutos depois da filmagem, de acordo com ele.

Conforme a testemunha, após as naves se “exibirem” por um breve período, elas rapidamente sumiram.

video

“Depois desta filmagem, nós vimos esses três objetos por cerca de 3-4 minutos.
Em seguida, simplesmente desapareceram. 
Como desligar uma luz”, reportou.

O austríaco ainda acentuou que as misteriosas luzes mudaram seu pensamento em relação a existência de alienígenas.

Antes de observar os hipotéticos UFOs, comentou à MUFON que não acreditava na existência de extraterrestres.

“Na verdade, eu era cético sobre essas coisas, mas depois deste assustador evento, estou muito mais aberto a coisas estranhas / Ufos / extraterrestres e assim por diante”, declarou.

Porém, o fato da testemunha relatar a presença de insetos nas proximidades do evento, gerou dúvidas nos moradores, que alegaram não haver insetos durante o gélido inverno austríaco.

“Em janeiro não há insetos ativos devido à baixa temperatura, especialmente grilos”, retrucou the best.

Fonte 

Sem comentários:

Enviar um comentário