segunda-feira, 24 de abril de 2017

Após 49 anos, relato de brasileira impressiona com detalhes extraterrestres Força Aérea chegou a investigar o caso.


Muita gente não acredita em vida extraterrestre, mas esse é um tema que, certamente, vira e mexe, volta a virar alvo de debates entre os seres humanos.
No Brasil, a discussão sobre extraterrestres, os objetos voadores não identificados (OVNIs) e outros temas relacionados à questão não costumam ser tão explorados.
Estudos publicados por investigadores brasileiros, no entanto, mostram que ao longo dos anos as Forças Armadas teriam investigado o tema.
Um dos casos mais conhecidos que ocorreu no Brasil, mas que havia sido esquecido até então, foi o registado no município de Lins, no estado de São Paulo.
Naquela época, uma suposta aparição extraterrestre teria sido vista por uma testemunha, Dona Maria José Cintra.
O caso aconteceu em 1968 e a protagonista dessa história já faleceu.

Quem traz novidades a respeito do caso são investigadores do Brazilian UFO Research Network (BURN). Josef Prado e Edison Boaventura Jr gravaram um vídeo, que pode ser visto ao final desta reportagem, e que mostra uma entrevista de Maria à época.
O estudo, segundo os investigadores, também foi objeto de análise da Força Aérea Brasileira e a situação é vista como misteriosa até hoje.
A mulher testemunha do fenómeno de outro planeta garantiu, naquele episódio, que teve contato com a alienígena quanto trabalhava no hospital da região.

Maria José Cintra era uma mulher caridosa e cuidava dos mais abandonados daquela época, os "leprosos" (hoje a doença que os acometia é chamada de hanseníase).
Além disso, também ficavam no hospital pessoas com problemas psiquiátricos.
No dia 24 de agosto de 1968, alguns funcionários do hospital viram uma luz misteriosa, que se formava como se fosse uma grande bola.
Não foi só Maria que assistiu ao fenómeno, mas ela virou uma testemunha chave do episódio.

Um dia, depois da esfera dominar o hospital, Maria teve uma experiência estranha.
Ao estar com um terço nas mãos, ela ouviu um barulho estranho do lado de fora da unidade de saúde.
Ao abrir a porta, ela viu uma mulher imóvel, que achou que fosse uma doente, mas ao chegar perto, percebeu que essa vestia um capuz.
A tal mulher tentou comunicação, mas a língua não era conhecida.
A possível extraterrestre entregou à Maria uma garrafa e do nada teria aparecido também uma caneca.
A servente do hospital acabou se urinando, tamanho seu temor.

Por conta do caso, a Força Aérea teria recolhido amostras da região, onde um suposto OVNI pousou, mas até hoje o caso tinha sido abandonado.

Veja abaixo um vídeo que mostra parte do áudio da entrevistada na época em que o caso aconteceu.
Segundo os investigadores, esta entrevista nunca foi exibida pela mídia brasileira desde que o caso veio à tona na década de 1980, quando a protagonista da história, dona Cintra, conversou com uma rádio local.


&


1 comentário:



  1. Desculpem-me para esta mensagem imprevista mas é necessário que testemunho mim não acreditava mais ao empréstimo de dinheiro porque todos os bancos rejeitavam o meu processo, com efeito mim era fixado pelo meu banco. Mas um dia uma amiga aconselhou-me um prestamista específico do qual deu-me enviar por correio eletrónico. Tentei o golpe com ele dirigindo-lhe enviar por correio eletrónico seguidamente aquilo andei ele ajudei-me com um empréstimo de 160.000,00R$. Eis são enviar por correio eletrónico : maurocallipo94@gmail.com

    ResponderEliminar