sábado, 28 de fevereiro de 2015

OVNI Identificado nas fotografias de Rita Redshoes


O surgimento de uma fotografia realizada pela cantora internacional Rita Redshoes na noite 22 de Fevereiro na cidade do Porto, fez gerar bastante controvérsia nas redes sociais sobre alegado OVNI !

Numa entrevista ao jornal p3.publico, foi mencionado que seria realizada uma investigação sobre a imagem realizada pela cantora, onde seriam colocados alguns procedimentos em curso a fim de se apurar a origem do objecto que até àquele momento ainda não se tinha encontrada uma resposta plausível.
Durante o decorrer das análise foram colocadas outras três fotos pela cantora na sua página pessoal Facebook que ajudaram a determinar o misterioso objecto triangular nas fotos.

Após muita especulação as respectivas imagens se encontravam sobre peritagem pela investigadora "Bibina Bryson" que nos oferece um resultado final, com conteúdo cientifico e credível.
Bibiana Bryson, conta com um longo e extenso currículo no mundo da investigação com a participação e resolução de casos extremamente delicados, a tornando numa perita em desvendar "fakes" ou más interpretações.
Durante essa peritagem o Ufo Portugal foi facultando a noticia, modificando o seu conteúdo histórico permitindo que o público pudesse acompanhar o desenrolar de toda a investigação até à sua conclusão final.
Assim funciona a nossa politica do "Disclosure".
Para ter uma percepção pressione nas imagens para melhores detalhes...



Este é um fenómeno natural criado pela lente da câmera vs luz, índice de refracção do vidro "da lente" e a forma em que a lente reside.
O índice de refracção é simplesmente a razão entre a velocidade da luz no vácuo e a velocidade da luz numa dada substância.

A distância descreve onde uma imagem em foco é formada.
Ela também pode ser descrita como o ponto onde os raios de luz passam a partir de um objecto distante converge e estão no foco.

Se a distância da imagem é positiva, a imagem é formada por detrás do plano focal (tipicamente uma lente convexa).
Se for negativa, a imagem está em frente do plano focal (tipicamente uma lente côncava).
Uma imagem negativa distância também é referido como uma "imagem virtual".

Neste caso a cantora foi atraiçoada pela luz do seu equipamento que fez refracção nas suas fotos, registando todo esse efeito ilusório.
Trata-se de uma casualidade em fotos nocturnas.
Rita menciona ver movimento nas suas fotografias!
E tinha razão ao ver movimento nas suas fotografias, isso se deve a ter movido também o seu equipamento que terá registado essa refracção de luz em todo o movimento panorâmico.

Demasiados crentes acreditam convictamente que se trata de um Objecto Voador Não Identificado, os mais cépticos de início indicaram a iluminação como causa do efeito na imagem, outros apontavam para diferentes efeitos com as mais diversas opiniões.

Nestes assuntos será importante deixar decorrer as investigações até conclusão final dos resultados e sua peritagem.
Uma outra foto que nos foi enviada de um diferente ângulo também apresenta uma explicação muito simples.


A fotografia realizada com uma câmera DSLR de alta resolução apresenta uma obturação lenta com a programação modo nocturno, o que permite registar algo como uma aeronave em movimento, deixando um simples rasto de luz na imagem mantendo toda a paisagem estática perfeita.

Mesmo mantendo a câmera em modo "AUTO" esta irá realizar uma leitura através do diafragma o que permite passar esta para modo nocturno.

Em todas as fotografias é possível saber o seu histórico o que facilita um pouco análise de toda e qualquer foto que nos chegue.
No caso da Rita Redshoes, sabemos que foi realizada por um telémovel e não por uma câmera fotográfica o que nos dificultou em demasiado uma análise mais exaustiva.

Nestes casos afirmar que o fenómeno é A, B ou C, sem apresentar uma prova do que afirma se baseando numa simples teoria, apresenta uma total falta de conhecimento, quer do fenómeno, fotografia e no tipo de investigação que se faz na área da Ovnilogia.

São teorias infundadas sem meios comprovativos que afundam o estudo quando este deve ser levado com muita seriedade até conclusão final.
No quotidiano geral, e no grau elevado do cepticismo sobre o fenómeno OVNI se alega que não é OVNI porque sim, sem uma simples justificação dessa afirmação!

Ponto crucial...
No dia anterior 21 de Fevereiro, era observado um objecto voador com formato triangular.
No mesmo dia em que Rita Redshoes realiza a inóspita fotografia "Domingo 22 de Fevereiro", um outro objecto com formato triangular é registado entre outros relatos que nos deixam intrigados com todo o sucedido, como foi com o registo de Coimbra e um outro em Almada.

P3.Publico.pt

Texto de Amanda Ribeiro.

Rita Redshoes: não é um OVNI, foi um “flare”
Investigação do grupo UFO Portugal concluiu que os três pontos luminosos, captados pela cantora numa fotografia no Porto, resultam da refracção da luz dos candeeiros da rua sobre a lente.

Pois é, depois de meia Internet revolvida, comentário acima, insulto abaixo e alguma falta de humor pelo meio, já há conclusões — parece que Rita Redshoes não está mais perto de ser abduzida.

Os três pontos luminosos que a cantora captou, involutariamente, numa fotografia tirada no Porto já foram identificados pelo UFO Portugal. Findo o processo de averiguação, a conclusão aponta para um "lens flare".
Ou seja, trata-se da "refracção da luz dos candeeiros da rua sobre a lente da câmara", explica Nuno Alves, que estava encarregado pela investigação dentro do grupo.

Uma resultado que, sublinha o ovnilogista, já poderia ser induzido a partir da análise das três fotografias originais que Rita publicou na sua página de Facebook na quarta-feira passada (à esquerda).
A confirmação veio com a terceira da sequência, a única que capta os dois candeeiros que estão no passeio, duplicando também os pontos luminosos no negro do céu.
E a análise dessa imagem da argentina Bibiana Bryson, "uma das peritas mais importantes da ovnilogia mundial" que trabalha com o UFO Portugal em certas discussões, deu a certeza.

Nuno só lamenta que todas as fotografias não tenham sido conhecidas mais cedo.
"Tornou-se mais fácil provocar a confusão", diz, referindo-se às inúmeras reacções e críticas recebidas, sendo que algumas já apontavam para este e outros resultados semelhantes.
Nuno defende-se, valorizando a procura de provas conclusivas: "Quando existem estas situações, é importante aguardar um pouco e esperar conclusões fundamentadas."


Conclusão: ainda não é desta que Rita Redshoes vai embarcar na desejada "tour" intergaláctica.
Certo é que aquela fotografia acabou por ter mais "likes" do que qualquer outra na sua página — já dizia o gato.

Luzes em Ceres e 6 Ovnis na Suiça 19.02.1015

No dia 19.02,2015 a sonda Dawn fotografou duas emissões de luz à superfície de Ceres. Nesse mesmo dia ás 21h40, foi observado em Ollon - Suiça, dois objectos vindos do espaço, a uma velocidade extremamente reduzida numa uma formação sincronizada, desaparecendo subitamente ao momento que reduziram a sua velocidade praticamente a zero. Foram observados por cerca de 20 segundos. O objecto da frente, tinha uma dimensão superior.
Após esta observação, sensivelmente 5 minutos, 3 objectos estacionários emitiram vários flashs de cor branca/azul, por vários segundos.


Talvez pura coincidência ou mero azar, os 2 objectos observados, são semelhantes em observação, ás imagens captadas pela sonda Dawn, assim como a data do 19.02.2015 a que foram observados.



Objectos observados  Junho a Agosto de 2013, semelhantes aos observados no dia 19.05.2015



Video https://www.youtube.com/watch?v=Ix01Eguzh68

Logo após esta observação das 21h40, contactei o Nuno Alves, a lhe relatar o acontecimento, algo que já observara durante os meses de Junho a Agosto de 2013. Estes 2 objectos estavam presentes durante as observações feitas por centenas de pessoas, que ocorreram em todo o território nacional. Estes objectos eram observados a curtos espaços de intervalo, que podiam ocorrer de 10 minutos a 2 horas, várias vezes durante a noite. A sensação de «déjà-vu» me indicara que algo se iria passar nessa noite e alertei para estarem atentos ao céu.

Não tendo a câmara e o restante material pronto gravar as imagens e sobretudo não ter tido como objectivo uma vigília para aquela noite, somente apenas para o dia 21.02.2015, para a vigília da Operação Suricate, resolvi ir para casa e me ir deitar.
Às 23h30, a pessoa que reside comigo, saiu para fumar um cigarro, quando ás 23h40 observa ao horizonte a SW, uma luz laranja, que inicialmente lhe sugere um avião de linha, derivado aos flashs emitidos, mas estranhamente de cor laranja. Quando a estrutura deste objecto se torna observável, pôde ver que este tinha uma estrutura de forma de trapézio, com 4 luzes na parte da frente e uma na retaguarda. Os ditos flashs, eram uma fonte de luz que emitia raios « como electricidade » de cor laranja sobre toda a estrutura do objecto, até ao ponto de luz situado na retaguarda, de forma sequencial. O objecto tinha uma cor cinzento-escuro, não emitiu qualquer ruído, se dirigindo de SW para NE, atravessando grande parte da França, Suiça e Áustria, com uma trajectória linear.
Este objecto, estranhamente, também é semelhante em estrutura ao objecto superior a 1000 métros, observado em Peniche, Leiria e Ourém, em Agosto de 2013.



Operation Suricate 23h40:  http://cercles-suricate.e-monsite.com/cerclesuricate/alerte-p-a-n/ovni-pan-suisse-canton-de-vaud-19-02-2015-n-2.html#kXCuvDI4aDzZlph5.99



O dia 19.05.2015, foi um dia repleto de observações, como volto a escrever, talvez seja uma coincidência ou mero azar, ou talvez tudo simplesmente faça parte do mesmo, em todo o caso algo ocorreu nessa noite, nas minhas observações vos relato a verdade, espero que a Nasa com as imagens de Dawn faça de mesmo, mesmo que não se trate hipoteticamente de erupções vulcânicas á superfície de Ceres. 

Um grande abraço

Carlos Lopes

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Há duas luzes em Ceres que a NASA não consegue explicar

À medida que a sonda Dawn se aproxima, o planeta anão torna-se cada vez mais enigmático. Na última foto enviada, surgem dois pontos de luz que os cientistas não sabem identificar.

A sonda Dawn, em missão de descoberta ao planeta anão Ceres, está cada vez mais próxima do seu alvo.
Mas, à medida que a distância diminui, aumenta o mistério em torno de Ceres, o maior objeto da cintura de asteroides entre as órbitas de Marte e Júpiter.
A sua composição e características geológicas são desconhecidas e os cientistas da NASA esperam conseguir obter informações mais precisas quando a Dawn entrar em órbita de Ceres, no próximo dia 6 de março.
Mas, por agora, as fotografias enviadas pela sonda estão a intrigar os investigadores, que não conseguem perceber o que lhes tem sido dado a ver.
A última imagem de Ceres, que foi capturada pela Dawn no dia 19 de fevereiro a cerca de 46 mil quilómetros de distância do planeta anão, mostra dois pontos brilhantes, um deles de maior dimensão, que os cientistas não são capazes de identificar.
Em comunicado divulgado pela NASA, o investigador responsável pela câmara da sonda, Andreas Nathues, explicou que "o ponto mais brilhante continua a ser demasiado pequeno para ser captado com alguma resolução, mas apesar do seu tamanho brilha mais do que qualquer outro objeto visível em Ceres.
Isto é realmente inesperado e permanece um mistério para nós".
Inicialmente, a câmara da Dawn detetava apenas uma luz brilhante, surgindo depois um novo foco de luz, mais pequeno, bem ao lado do primeiro. Para Chris Russel, investigador principal para a missão da Dawn, este facto pode indicar que ambos os pontos têm origem vulcânica, mas é necessário esperar por imagens com melhor resolução que permitam confirmar - ou não - estas interpretações geológicas.

Crédito

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

OVNI / UFO aparece em filmagem da missão Apolo 10, de 1969

Aqui está um vídeo que não pode ter sido forjado, pois vem diretamente da NASA e foi filmado em maio de 1969.
Na marca de 1 minuto do vídeo, um objeto aparece subindo verticalmente e em velocidade constante no lado esquerdo da tela, aparentemente passando longe da cápsula espacial.
É claro, ninguém pode afirmar que tenha sido um objeto extraterrestre, mas mesmo assim, como não foi identificado, ele é mesmo um OVNI (Objeto Voador Não Identificado).

Veja:

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Cientistas abismados com "semente metálica espacial"

Cientistras descobriram minúscula esfera metálica que poderá ser uma espécie de semente enviada por aliens para propagar novas formas de vida na Terra.

Um grupo de cientistas das universidades de Buckingham e de Sheffield, na Inglaterra, descobriu uma minúscula esfera metálica que, consideram, poderá ser uma espécie de semente enviada por alienígenas para propagar novas formas de vida na Terra.

Não é uma teoria nova e, se pensarmos bem, faz todo o sentido que assim seja.
Tal como as sementes de uma planta são transportadas pelo vento para as levar a pontos distantes no planeta, é possível que espécies extraterrestres funcionem dentro da mesma lógica, para se propagarem pelo universo.
Nós próprios, podemos ser descendentes de uma espécie extraterrestre que chegou a este planeta da mesma forma.

Why not?

A esfera colidiu com um balão que os cientistas tinham enviado a uma altitude de 27km e, segundo os especialistas, a velocidade a que a colisão se deu é prova de que a esfera veio do espaço, ou seja, estava a entrar e não a sair da Terra.

O interior continha um líquido biológico viscoso, que possivelmente continha material genético e escorria para fora através de um orifício.
Os investigadores alegam que nunca nada parecido tinha sido encontrado na Terra, ou pelo menos nunca tinha sido divulgado publicamente.

“É uma bola de diâmetro comparável ao de um cabelo humano, que tem vida filamentosa na parte externa e um material biológico espesso a escorrer do centro”, explicou Milton Wainwright do Centro de Astrobiologia da Universidade de Buckingham.

Depois de terem realizados vários testes, os cientistas descobriram que a esfera era composta por titânio e vanádio.
A teoria desenvolve-se na hipótese de que “a esfera tenha sido enviada por alguma civilização desconhecida”, especulou Milton Wainwright.

Já em 2013 o investigador tinha afirmado à BBC que a sua invetigação sugeria que a Terra é constantemente bombardeada com micróbios vindos do Espaço, que chegam em cometas e meteoros.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Cantora Rita Redshoes, terá fotografado OVNI sobre a cidade do Porto


A cantora Rita Redshoes, terá capturado um estranho artefacto voador não identificado e colocado na sua página pessoal Facebook.
Uma simples foto de boa noite para os seus amigos e seguidores no final de Domingo 22 de Fevereiro, virou espanto, curiosidade e atenção por parte dos mais atentos que na sua simples e comum foto, viram algo mais do que uma simples foto, mas três pequenos pequenos pontos triangulares um tão pouco inusitados!

Fotografia a crédito de Rita Redshoes

Rita Redshoes
Numa troca de palavras com a cantora, Rita Redshoes afirma não ter notado nada de anormal, se tratando de uma simples fotografia panorâmica feita através da janela do seu quarto de hotel.

Estes casos ocorrem com alguma frequência.
As pessoas não se apercebem de algo nas suas fotografias quando as realizam, somente mais tarde no computador ou redes sociais acabam por ver algo da qual não tinham reparado no momento em que bateram o botão da sua câmera.

Quem vive nas proximidades garante que nada existe no local "altitude" que possa provocar os três pontos luminosos deixando desta forma algum mistério no ar.


Os postes de iluminação pública estão descartados como sendo a causa dos três pontos na fotografia de Rita Redshoes como podemos constatar na imagem a cima.
A iluminação a baixo do Hotel onde se encontrava é paralela e não da forma triangular que possa criar o referido efeito ilusório.

Ricardo Moreira, residente na cidade do Porto, conta que pelas 23:00h se encontrava na Foz do Douro em direcção ao Farol da Senhora da Luz numa caminhada nocturna na companhia da sua namorada e outros dois casais, quando repararam em algo de forma triangular a passar por cima das suas cabeças num voo lento"vagaroso" e ausente de ruído.
"Vimos o objecto seguir em direcção ao mar não temos palavras para descrever aquele momento. Só tive tempo de sacar o telefone e fazer uma foto do objecto foi dai que comentei que estava-mos todos a ficar malucos e rimos. Mas depois de vermos no facebook o que Rita Redshoes tinha fotografado resolvi enviar a foto,,, agora sei que não estamos malucos nem fomos os únicos" - Conta Ricardo.


Uma outra testemunha que se encontrava a conduzir não muito distante do local onde se encontrava a cantora, afirma ter visto as três luzes mas desconhecendo a sua origem.

Mais a Sul e mesmo dia, o Sr. Amilton José, em Coimbra ao realizar uma série de fotos a um avião de linha em altitude repara que uma das suas fotos tiradas em simultâneo tinha algo de estranho o deixando bastante intrigado.
Após ter visto o sucedido com Rita Redshoes no Facebook , decide também enviar  a fotografia para análise e parecer do Ufo Portugal.


Estas imagens com aeronaves cada vez são mais comuns.
Podem ser aves, balões em altitude ou.... Por vezes pode algo mais como poderá ver (aqui).

Outra testemunha garante ter observado e registado um misterioso objecto a sobrevoar a área do Porto.
Porém no dia anterior "Sábado".

Segue o relato pela primeira pessoa...

"Aconteceu sábado à noite, por volta das 23:35/23:40, felizmente não fumo nem bebo portanto tinha a certeza do que estava a presenciar, observei o objecto durante uns 5 minutos mais ou menos.
Estava a conduzir, em Vila Nova de Gaia (Grijó) e o que me despertou a atenção, foi a baixa altitude, inicialmente tive medo pois pensei que seria um avião que estivesse prestes a cair, mas o facto de não fazer o barulho usual dos aviões deixou-me curiosa.
As cores alternavam entre o vermelho e um branco brilhante (também verde mas esse apareceu poucas vezes).
O formato, do objecto, era curto e não muito largo, (uma espécie de triângulo arredondado) tinha duas luzes frontais, enquanto nos aviões são projectadas em frente, ali estavam posicionadas ligeiramente uma para a direita outra para a esquerda.
Quando tentei fotografar o objecto, infelizmente não consegui grande coisa pois o telemóvel não tem muita qualidade.
O objecto dirigiu-se para o mar, geograficamente falando do sitio onde me encontrava, em direcção a Espinho".

A teoria sobre a origem das luzes varia, existindo quem afirme ser reflexo de luminosidade a causa das referidas luzes capturadas por Rita Redshoes.
Porem as testemunhas que observaram o objecto em movimento alegam que o objecto era real, não se tratando de reflexo ou qualquer outra interpretação para o que ocorreu na noite 22 de Fevereiro sobre o Porto.
Seria demasiado contundente afirmar ser um objecto "Extraterrestre", sem uma prova palpável.
Porem podemos afirmar ser um "OVNI" Objecto Voador Não Identificado.
O Ufo Portugal continuará desta forma aguardar por mais informações, relatos, imagens, testemunhos de algo que nos possa ajude a ter uma percepção do que foi registado em fotografia e visualmente pelas testemunhas.

Para tirar algumas dúvidas Rita Redshoes, envia gentilmente outras duas fotos.
Rita afirma que não usou qualquer tipo de filtro durante o processamento das mesmas, como pode ela mesma ver o movimento nas imagens.
O filtro na primeira foto seria apenas e certamente um aplicativo que permite dar alguma cor nas fotos de forma a dar algum requinte.
Não se trata de filtro de câmera como alguns "expert assim o afirmam".


A imagem após descarregada no Ufo Portugal perde alguma qualidade.
Porem aqui ficam as imagens para apreciação.
O trabalho continuará onde as fotos serão enviadas para perícia por especialistas mais entendidos nesta matéria.
Assim que possível iremos trazer a público todos os resultados dessa perícia acompanhada de um relatório.



Conclusão final da investigação ( AQUI ).

A quem tiver mais informações queira entrar em contacto com o Ufo Portugal via e-mail; ufo_portugal@sapo.pt

sábado, 21 de fevereiro de 2015

OVNI cai sobre Jackhead "Canadá"!!!

O boato tem circulado esta semana entre as forças miliatares do Canada que foram recolocadas em massa no Lago Winnipeg, na sequência de avistamentos de OVNIs e um suposto acidente.


Várias pessoas alegaram no Twitter e Facebook ter observado uma luz brilhante no céu na noite de 18 e 19 de Fevereiro próximo a Jackhead.

Os rumores foram directamente contrariados pelo Tenente - Coronel Paul Davies que afirma se tratar apenas de um exercício militar para 150 dos seus homens.
Segundo o Tenente - Coronel o exercício em nada está relacionado com a recuperação de um OVNI, mas sim preparar os seus homens a lidar com um possível acidente de avião no Ártico.

Segundo o Comandante, "a luz brilhante que as pessoas têm observado é de um avião descolando muito rápido .
Já os internautas discordam com o argumento avançado pelo Comando de Operações alegando se tratar de pura e simples conspiração.


Sem dúvida de que esta história nos faz recordar o famoso e antigo caso de Kecksburg Pennsylvania a 9 de Dezembro de 1965, onde os militares terão capturado um misterioso objecto que se terá despenhado na floresta e mantido oculto até à actualidade.

OVNI é filmado por funcionários de um edifício em Lima "Peru"

De acordo com a informação avançada pelo canal te TV 24 Horas, pelas 10:00 horas da manhã de Fevereiro, funcionários de um edifício em Lima Peru, teriam sido surpreendidos com a presença de um estranho e anómalo objecto.
Sem grandes possibilidades de obter um grande registo, apenas tiveram tempo de recorrer à câmera de um telefone móvel.
Embora a imagem surja por escassos momentos, as várias testemunhas afirmam que a observação durou vários minutos.


Investigadores Peruanos já se encontram na posse das imagens para análise, mas sem uma resposta para o que foi registado no passado 10 de Fevereiro.
Algumas divergências ocorrem entre cépticos e crentes.
Segundo algumas páginas na Internet as imagens teriam sido recolhidas por uma equipe de TV que se encontrava no topo do edifício a fim de trabalhar numa reportagem quando surge o insólito objecto.
A questão da câmera segundo algumas páginas online diverge na informação.



Onde existe fumo, existe fogo.
Seria esta mais uma manobra de publicidade por parte de entidades peruanas!
Ou seria de facto algo verídico?

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

OVNI volta a ser registado por câmera em directo no México

OVNI é observado a pairar sobre a boca do vulcão Popocatepetl, no México ainda poderia voltar a desencadear um novo debate entre os crentes e cépticos sobre a existência de vida extraterrestre inteligente.

O investigador e observador Scott Waring, divulgou as imagens do objecto invulgar que ele descreveu como um OVNI em forma de charuto no site UFO Sightings Daily.
Conta que encontrou a anomalia numa "Live Cam" que regista as imagens ao vivo do vulcão, um dos mais activos no México.

Embora o misterioso objecto seja inicialmente difícil de distinguir a  sua forma, tornou-se mais evidente quando a imagem foi ampliada.
O OVNI surge com uma forma oblonga, preto voando perto das nuvens.
Waring de igual modo, diz que não era a primeira vez que um OVNI é visto nesta área em particular.

"Eu tenho mantido os olhos sobre esta Cam ao vivo à mais de cinco e desde então já lá vão mais de 50 OVNIs".

Um desses supostos avistamentos de OVNIs ocorreu em 2013 e foi capturado num vídeo que mostrou o que parecia ser um voo do OVNI acima do vulcão Popocatepetl. As imagens, que mostrava uma nave espacial se aproximando do vulcão, mostrou o veículo misterioso abrandar e voltando-se para a cratera da montanha, onde ele desceu. A filmagem foi feita a 30 de Maio pelas 20:30h.

O analista da Mutual UFO Network, Marc D'Antonio, disse que este clipe poderia ser retratando como um meteoro que caiu sobre o vulcão. Ele também observou que o caminho do objecto também pode ser ilusório.

"Neste caso, o objecto está se movendo da direita para a esquerda e parece ser descendente, mas é exactamente esse comportamento que você vê numa aeronave em altitude quando se afasta da nossa posição - isso é a consequência da perspectiva angular da Terra"conta, D'Antonio.

Em 2012, um vídeo semelhante surgiu revelando um outro OVNI em forma de charuto apresentando o mesmo comportamento.



Poderá ver em directo o vulcão ( aqui ).

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

OVNI é filmado sobre a Áustria

Não existe muita informação adicional sobre o respectivo vídeo.
Apenas se sabe que foi realizado numa pequena localidade Austríaca a 11 de Fevereiro.
Com alguma atenção é possível observar que por detrás das luzes se encontra uma montanha e alguma névoa!
Porem o comportamento das luzes fogem do padrão de luzes de transito sobre a montanha.
Limpa Neves?!
Assista à imagem em HD e tire as suas conclusões.

OVNI surpreende em Loreto - Itália

A observação decorreu pelas 19:00 horas do dia 18 deste corrente mês "Fevereiro", o céu já se encontrava escuro na Basílica da Santa Casa da cidade mariana quando algo de incomum despertou atenção de algumas testemunhas..

O jovem Sirolo "testemunha", que se deslocava pela "auto-estrada" do Porto Recanati a Loreto, em questão de segundos, viu uma luz estranha a grande velocidade, que parou por um breve momento se movendo em seguida e desaparecendo num flash.

Minutos após esta observação foram realizadas duas outras observações semelhantes registrados em Arcevia e Senigallia.
Nestas observações não foi ouvido qualquer tipo de ruído, nem um movimento linear que permitia formular a hipótese de uma estrela cadente ou algo identificável.
Investigadores Italianos alegam que tais fenómenos são comuns na região, especialmente nas encostas do Monte Conero.
Nos últimos anos ocorreram centenas de avistamentos, luzes que seguiam trajectórias em espiral e circular ou desaparecendo no infinito a uma velocidade vertiginosa.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Mensagens para o espaço podem causar invasão alienígena? Cientistas estão com medo

Comunidade científica está dividida: há quem defenda o envio de mensagens para o espaço, anunciando a presença humana.
Outros recusam a ideia, por receio de invasão alienígena.

A possibilidade de vida extraterrestre é um tema avesso a consensos, mesmo dentro da comunidade científica.
Mas, desta vez, a discussão estalou não porque esteja em debate a existência ou não de outras formas de vida para além da humana.
O problema, de momento, é a maneira como os humanos devem anunciar-se a eventuais habitantes do universo que os rodeia.
Há cerca de 50 anos que está em funcionamento o programa de Procura por Inteligência Extraterrestre - SETI, na sigla inglesa para Search for Extraterrestrial Intelligence - que analisa os sinais de rádio de baixa frequência vindos do espaço através de radiotelescópios, pesquisando indícios voluntários ou involuntários de existência alienígena.
Mas agora, os cientistas que lideram o projeto propõem que a procura de vida extraterrestre deixe de ser passiva, ou seja, que o Homem deixe de ouvir os sinais do universo e passe também a emitir mensagens para o espaço, mensagens estas que seriam enviadas para as partes da galáxia onde já foram localizados planetas semelhantes à Terra.
Esta procura ativa de vida extraterrestre, no entanto, é encarada com preocupação por astrónomos e cosmólogos: os críticos dizem que a emissão de mensagens para o espaço é contrária aos princípios fundadores do SETI, que limitavam a sua ação à análise de eventuais sinais captados.
E referem mesmo que enviar sinais da existência humana pode ser perigoso: num cenário hipotético de resposta não pacífica, os extraterrestres seriam visitas indesejadas na posse de informações sobre a Terra que, certamente, usariam em seu proveito.
Os cientistas questionam ainda a autoridade do grupo de especialistas do SETI que, sem qualquer consulta pública, se propõem a anunciar ao universo a presença humana, em resultado da sua própria frustração: ao longo dos últimos 50 anos, nenhum sinal que indicasse vida extraterrestre terá sido detetado pelos radiotelescópios a trabalhar para o programa.
O astrónomo David Brin acusa os cientistas do SETI de terem perdido a noção e de quererem dar o passo irreversível de colocar a homem a "gritar a sua presença para o cosmos", colocando em risco a Humanidade.
"Está tudo muito bem se a única pessoa que se coloca em risco é a própria.
Mas quando os riscos são impostos às nossas crianças e a toda a Humanidade, será pedir demasiado que discutamos primeiro o assunto?", pergunta.

Segundo o Independent, David Brin não é o único a colocar reservas à emissão de mensagens para o espaço. Em 2010, o físico Stephen Hawking avisava que o Homem deverá manter-se em silêncio tanto quanto possível, porque eventuais civilizações alienígenas poderão ter a tecnologia necessária para viajarem para a Terra e explorarem os seus recursos.
"Se os extraterrestres nos visitassem, o resultado seria como quando Cristóvão Colombo chegou à América.
Não correu muito bem para os nativos americanos", explicou Hawking.

Crédito

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Mega Vigília - Operação Suricata

Informamos os leitores, interessados que no dia 21/02/2015, irá decorrer a mega vigília Francesa Opération Suricate.
O projecto visa uma participação a nível Mundial onde todos os amantes da Ovniligia são convidados a participar nesta iniciativa com os seus equipamentos, binóculos, câmeras, etc, etc.
O equipamento a utilizar vai da escolha do participante, que pode ir de apenas um bloco de notas "papel" e caneta.

Esta iniciativa requer uma inscrição gratuita que pode fazer (aqui mesmo). O Site dispõe de um tradutor que tem a finalidade de facilitar a informação a público.

Nota: Para que possa realizar a inscrição com sucesso, deverá mover o cursor anti-spam para a direita e só depois fazer o envio.

Esta será a primeira vigília de 2015, seguindo as restantes a 21 de Março, 18 de Julho e 10 de Outubro.
Este é um projecto a que o Ufo Portugal tem participado activamente onde conta com o seu próprio registo a 01/07/2012 com a imagem abaixo.

video

Esta será uma iniciativa a não perder.
Esperemos também que as condições climatéricas colaborem de forma a obtermos bons resultados.

A todos os participantes boa sorte

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Açores na rota dos OVNIs ao longo da história



As observações recolhidas por Olivério Gomes, retratam uma constante observação de estranhos fenómenos aéreos, que de alguma forma escapam aos olhos ou conhecimento do público geral.
Estes são apenas os relatos mais antigos de que se tem registo.
Entre as mais belas paisagens que os Açores nos proporciona existem também fenómenos aéreos inexplicáveis que ao logo dos anos ficaram arquivados sem uma explicação plausível "cientifica".

Ilha Graciosa
Inclui-se no grupo Central e apresenta 61,66 Km2
 de superfície com 12,5 Km de comprimento e
8,5 Km de largura. 
Está situada a 28º 05' de longitude oeste e a 39º 05' de latitude norte.

26 de Fevereiro de 1982 às 05:25 horas - Aeroporto.
Cerca das 05horas e 25 minutos, foi observado no céu da ilha Graciosa um Objecto Voador Não Identificado (OVNI). 
Com efeito, em conformidade com inquérito levado acabo pelo Centro Meteorológico da Graciosa, o objecto deslocava-se sem ruído, iluminou a pista do aeroporto e afastou-se. Foram testemunhas oculares o guarda da PSP em serviço no referido aeroporto, um outro guarda que se encontrava nas
proximidades e o dono do restaurante local. 
O nosso jornal contactou o posto policial de Santa Cruz, tendo-nos dito que não foi possível identificar a forma e a natureza do objecto luminoso; apenas verificaram durante segundos um clarão, que iluminou o aeroporto. 
O objecto apareceu a altura relativamente baixa. 
Mais tarde, por cerca das 8 horas, e não obstante a luz do dia, foi visto a uma distância muito grande um foco luminoso, parecendo-se com uma estrela, presumindo-se que fosse o referido objecto.
Fonte : «Jornal Correio dos Açores» de 27.02.1982

Ilha de São Jorge
A ilha de São Jorge, no centro do arquipélago, encontra-se a uma distância de 40 Km a Sul da
Graciosa, a 20 Km Norte do Pico, 60 Km a Oeste da Terceira e a 30 Km a Leste do Faial. 
Com 56 Km de comprimento por 6 Km a 8 Km de largura, tem uma área total de 246,25 Km 2. 
Está situada a 28º 33' de longitude oeste e a 38º 24' de latitude norte.

19 de Setembro de 2004
No passado dia 19 de Setembro de 2004, às 10:29 e 10:35 horas (da noite?), foram avistados dois fenómenos luminosos, nos céus do canal entre a Ilha do Pico e a Ilha de São Jorge nos Açores. 
A observação foi feita a partir da Ilha do Pico, e teve mais do que uma testemunha.
Começou por ser visto um estranho clarão e objecto oval, muito luminoso, que se deslocava a velocidade elevada. Acabou por desaparecer acima da Ilha de São Jorge. 
Em seguida foi
observado um triângulo formado por três luzes, em deslocamento rápido. 
Tinha uma luz à frente e duas atrás. O fenómeno triangular acabou também por desaparecer.
Informação de Rolando Alves.

Ilha do Pico
A ilha do Pico, assim designada devido à imponência da montanha que dela emerge, inclui-se
no grupo Central. 
Tem uma superfície de 447 Km2, com 42 Km de comprimento e 15,2 Km de
largura máxima, no sentido NO - SE. 
É a segunda em dimensão em todo o arquipélago, encontrando-se a uma distância de 4,5 milhas do Faial e a 11 milhas de São Jorge. está situada a 28º 20' de longitude Oeste e 38º 30' de latitude Norte.

1997 Ilha do Pico
Já vi pelo menos 4 vezes coisas estranhas da primeira vez vi um disco, bem formado por cima de
mim tinha eu na altura 13 anos de idade, desde aí as coisas tem acontecido ao pé da nossa montanha. Relatos de estranhas luzes a fazer manobras impossíveis de um avião fazer, também não iam
faze-las a centenas de metros da montanha.
Fonte : Relato de Rolando Alves

19 de Setembro de 2004 Ilha do Pico
No passado dia 19 de Setembro de 2004, às 10:29 e 10:35 horas (da noite?), foram avistados dois
fenómenos luminosos, nos céus do canal entre a Ilha do Pico e a Ilha de São Jorge nos Açores. 
A observação foi feita a partir da Ilha do Pico, e teve mais do que uma testemunha.
Começou por ser visto um estranho clarão e objecto oval, muito luminoso, que se deslocava a
velocidade elevada. 
Acabou por desaparecer acima da Ilha de São Jorge. 
Em seguida foi observado um triângulo formado por três luzes, em deslocamento rápido. 
Tinha uma luz à frente e duas atrás. 
O fenómeno triangular acabou também por desaparecer. 

Ilha do Faial
Situada também no grupo Central do arquipélago, esta ilha, de forma quase pentagonal, ocupa uma área de 173,42 Km 2 medindo 21 Km no sentido Este - Oeste por 14 Km de largura máxima.

4 de Fevereiro de 1968 às 22:45 horas - Horta.
Novo e misterioso Objecto Voador foi visto no céu dos Açores, sobre a ilha do Faial, segundo o testemunho de um tipógrafo do diário 
"O Telégrafo", da Horta, e de mais pessoas que com ele se encontravam. 
Apresentava configuração oval, metade de cor alaranjada e a restante branca, tendo pontos pretos e deixando no espaço um rasto luminoso. 
Depois de se imobilizar, a grande altura, durante cinco minutos, voltou a movimentar-se, desaparecendo lentamente.

Junho de 2004 Ilha do Faial
Observação de 3 objectos de forma "discóide" a sobrevoar a ilha, posso adiantar que o avistamento foi alertado pelas 14:30 da tarde, emitiam uma luz branca muito forte e encontravam-se todos alinhados, parecendo uma frota, o avistamento decorreu por cerca de 25 min., de momento é tudo o que sei sobre o avistamento.
Este caso necessita de dados e confirmação???
Fonte : Fórum da APO - Olivério Gomes - 2005

Ilha das Flores
A ilha das Flores é o extremo mais ocidental do arquipélago e da Europa. 
A superfície é de143,11 Km 2 com o comprimento de 17 Km e 12,5 Km de largura máxima. 
Está situada a 21º 59' de longitude Oeste e a 39º 25' de latitude Norte.

23 de Fevereiro de 1968 às 19 horas - Ilha das Flores
Um estranho objecto voltou a percorrer o céu açoriano. 
O telefone encarregou-se de estabelecer o contacto com o engenheiro Francisco Alberto Santos, uma das individualidades mencionadas na sensacional notícia.  
Amavelmente disse-nos: "Eram 19 horas do passado dia 23.
Eu e o meu colega Archer Carvalho dirigiam-nos para o nosso trabalho quando vi, no céu, um foco luminoso branco de apreciáveis dimensões, que começou, depois, a deslocar-se em grande velocidade. 
Foi mudando, aparecendo gradualmente com uma mistura de azul e verde. 
Era impossível calcular a distância, mas estrela cadente não era. 
Se o fosse, a sua trajectória seria em queda e não como a do estranho objecto, que se deslocava paralelamente à linha do horizonte foi deveras intrigante. 
Honestamente, não poderei afirmar que se tratava de disco voador. 
Mas que era fenómeno estranho, disso não me ficaram dúvidas .

Ilha do Corvo
As ilhas do Corvo e das Flores, a uma distância de 15 milhas entre si, formam o grupo Ocidental do arquipélago. 
Também de origem vulcânica, o Corvo, com uma área de 17,45 Km2 tendo de comprimento 6,5 Km e de largura 4 Km, é a ilha mais pequena do arquipélago. 
Está situada a 31º 05' de longitude Oeste e a 39º 40' de latitude Norte.
Na década de 1930 ou 1940 Vila Nova do Corvo Dois irmãos nos anos 30 ou 40 terão observado durante o período da Segunda Grande Guerra Mundial um objecto estranho a sobrevoar a Ilha do Corvo.

2 de Fevereiro de 1968 Ponta Delgada (Estação Francesa)
Dois funcionários técnicos do Serviço Meteorológico Nacional, Fernando Rocha e Carlos Resende Corvelo, e um outro indivíduo, António Fraga Maurício, viram ontem um estranho objecto voador na ilha do Corvo anunciou Rádio Clube de Angra do Heroísmo no seu terceiro noticiário, divulgado às onze horas locais.
Fernando Rocha, chefe do posto meteorológico do Corvo, procedia à observação do tempo quando a sua atenção foi despertada pela insólita visão do corpo luminoso de forma esférica.
Chamou os companheiros e todos afirmam que objecto voador parecia pairar sobre a freguesia de Ponta Delgada, na ilha das Flores, onde está situada a Estação Francesa de Radio Rastreio.
O estranho objecto encontrava-se a uma altitude de mil metros, tendo uma luz e uma configuração semelhante à da lua cheia, porém de cor pálida.
Durante sete minutos o objecto foi visto pelos três açorianos deslocando-se muito devagar sobre a ilha das Flores, até, finalmente, desaparecer no sentido sueste.
Fonte : «Diário Popular», 28.2.1968

Na década de 1930 ou 1940 Vila Nova do Corvo
Dois irmãos nos anos 30 ou 40 terão observado durante o período da Segunda Grande Guerra Mundial um objecto estranho a sobrevoar a Ilha do Corvo.
Fonte : Informação obtida por email.

Olivério Gomes

Se tiver conhecimento de outras observação, queira entrar em contacto connosco ufo_portugal@sapo.pt

Monge budista relata avistamento de ovni em 1884

O fotógrafo sueco Sanjin Đumišić fez uma descoberta reveladora: ao ler a autobiografia do monge Hsu Yun (1840-1959), encontrou uma passagem na qual ele descreve a aparição de um objeto voador não identificado.
Hsu Yun foi, durante seus 119 anos de vida, um dos mestres budistas mais influentes dos últimos séculos na China, dedicando-se à restauração de templos antigos e ao ensinamento dos preceitos zen por todo o ocidente.

Em sua autobiografia, intitulada Nuvem Vazia, é possível ler a seguinte passagem, do ano de 1884:
“Subi o pico Da-luo, onde me curvei à ‘luz da sabedoria’. (...) Não vi nada na primeira noite, mas, na segunda, vi uma grande bola de luz voando do norte ao pico central, aonde veio abaixo, dividindo-se, um pouco mais tarde, em mais de dez bolas de tamanhos diferentes.
Na mesma noite, vi, sobre o pico central, três bolas de luz voando para cima e para baixo, e, sobre o pico norte, quatro bolas de luz que variavam de tamanho”.

O acontecido novamente é mencionado em páginas posteriores:

“Ao final das noites, vimos inúmeras Luzes Celestiais cujo resplendor era semelhante as Luzes da sabedoria, previamente vistas no Monte Wutai".

As chamadas bolas de luz podem ser denominadas, a partir de uma perspectiva atual, simplesmente de óvnis.
No local onde o mestre presenciou os avistamentos, há, hoje, um templo muito famoso, no qual, além da prática da meditação zen, é possível fazer avistamentos esporádicos.
A descrição clara e nítida de Hsu Yun se conecta aos inúmeros relatos encontrados em livros antigos, que poderiam ser provas remotas de contatos com o desconhecido e de como cada época se relacionou com a possibilidade de vida proveniente do espaço.

O Monte Wutai ou Wutai Shan é um dos quatro montes budistas da China.
É localizado na província de Shanxi, a poucos quilômetros de uma das Cinco Montanhas Sagradas da China: o Bei Heng Shan.

Crédito

Um OVNI sobre Tomar há 60 anos

Vale a pena ler como, em fevereiro de 1955, o jornal Cidade de Tomar noticiou o alegado avistamento de um OVNI (objeto voador não identificado).


Crédito

Seriam os balões "led´s" os causadores das observações à mais de "60" anos?!!

“OVNI” OBSERVADO NA ILHA GRACIOSA É AFINAL APENAS O PLANETA VÉNUS!!

OS DONOS DO CAFÉ DA FOLGA, ILHA GRACIOSA, FORAM OS PRIMEIROS A OBSERVAR UM ESTRANHO OVNI QUE DIZIAM APARECER NO CÉU TODAS AS NOITES A PARTIR DAS 19H00.


Com a camera de um telemóvel a dona do Café da Folga tirou várias fotos do suposto OVNI e outros relatam que ele pode ser visto também a olho nu.
O estranho objecto move-se constantemente no céu, ou seja, não está estático ou fixo no mesmo lugar.
Além disso este está em constante mutação tanto no formato como nos muitos tons de cores que brilham ao seu redor.
No entanto, Pedro Garcia – uma fonte da TOP FM no OASA (Observatório Astronómico de Santana – Açores) – revelou que “não quero estragar o encanto, mas é apenas o planeta Vénus”.
Pedro acrescenta à TOP FM que apesar de existirem relatos de “mudança de cor” que isso “resulta de uma maior refração de luz que o corpo celeste sofre quando está próximo do horizonte (tal como o Sol muda de cor e as estrelas parecem piscar mais).” Um dado curioso é que o planeta (que todos julgavam ser um OVNI) aparece exactamente no lugar onde terá caído o recente asteróide, e onde também terá ocorrido o sismo.
Segundo o que Pedro Garcia disse à redação da TOP  “esta surpresa é, de alguma forma, culpa do meteoro.
Tendo acontecido (esse fenómeno do asteróide), as pessoas ficaram mais sensíveis para o que está “por cima” e deram pela presença de Vénus.
Não sabendo o que era, partiram do princípio que seria algo anormal.”
Se tiveres interesse em ver este fenómeno podes ir até à Folga e poderás observar o planeta Vénus entre as 19 e as 20H00.
Mas não se trata de um OVNI. Embora gostássemos muito da ideia de visitantes verdes na “ilha branca”.
Abaixo estão as fotografias que foram capturadas pela dona do Café da Folga na Ilha Graciosa.
As fotos foram encontradas no blog “Notícias da Ilha Graciosa” e foram ampliadas para mostrar melhor os detalhes e as características daquilo que os blogueiros julgavam ser um OVNI. Infelizmente ao ampliarem as fotografias, perde-se claramente nitidez.

Crédito Top FM

Infelizmente estes casos aumentam por parte dos menos informados.

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Câmera para caçar OVNIs

Nova câmera para caçar OVNIs é apresentada em versão de testes.

O colaborador do Ufo Portugal, Carlos Lopes é o protagonista desta desta nova câmera que promete obter resultados surpreendentes.

Ao longo dos anos Carlos Lopes tem se esforçado em obter nas suas investigações equipamentos que lhe permitam obter qualidade nos seus registos em vídeo.
Devido a não existir no mercado equipamento especifico para estas finalidades, Carlos com a sua experiência criou esta nova câmera que embora tenha realizado os seus primeiros testes, demonstrou resultados surpreendentes.

Carlos Lopes, salienta que pretende criar uma base de dados para este equipamento de forma a facilitar algumas detecções pelo equipamento.

Certamente este será um equipamento desejado por muitos investigadores ou entusiastas do fenómeno OVNI.
Ficam as imagens deste novo equipamento que promete fazer sucesso no mundo da investigação ovni.


Em noites de total ausência de luz, este equipamento permite visualizar estrelas que os nossos olhos não conseguem observar.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Objectos Voadores Não Identificados sobre Arcozelo das Maias e Leiria


Inusitado ou não, por vezes somos confrontados com observações na hora e momento menos esperado!
Assim foi aqui com o vosso amigo Nuno Alves, não me deixando indiferente após esta observação da qual partilho com todos os nossos leitores e seguidores.

Observação realizada em Arcozelo das Maias distrito no "Viseu".

Data - hora - 05/02/2015 - 19:30h.

video

Local de observação
Trajectória 

Após consulta a estação Espacial ISS, perante data e hora não nos era visível no corrente dia mas sim no dia seguinte 6 de Fevereiro.
De imediato envio mensagem ao nosso amigo Euclides que se encontra em Leiria a informar do ocorrido.
Para surpresa das surpresas acabo por ser surpreendido quando Euclides informa que ele mesmo filmou dois Objectos Voadores Não Identificados sobre Leiria no mesmo horário, onde pode constatar após essa observação (20 minutos), surgiram três aviões a sobrevoar o local onde viu e filmou os misteriosos objectos.

video

Desta forma solicito a todos uma especial atenção ao céu nocturno...
Entendo que para muitas pessoas não passam de pequenos pontos luminosos no céu que facilmente poderão ser estrelas, Satélites e um sem fim de explicações infinitas.
Porem o comportamento de quem observa a olho nu, foge de todas essas explicações ou da nossa compreensão.
Existindo uma distancia de 157 Km entre ambos ( Arcozelo & Leiria ), não deixa de ser interessante o registo em vídeo destes fenómenos.

Uma vez mais aqui fica o alerta....

SE OBSERVOU ALGO DE EXTRAORDINÁRIO ENTRE EM CONTACTO CONNOSCO...

( UFO_PORTUGAL@SAPO.PT )

Incrível vídeo de OVNIs em Vero Beach - Florida


Incrível vídeo faz furor nas redes sociais pela sua magnitude e qualidade das imagens onde é possível ver algo de extraordinário.

O local é conhecido como um hotspot no que se trata avistamentos de Objectos Voadores Não Identificados.
Mark Sims um dos autores e testemunhas do evento em vídeo nos mostra o que foi observado e nos trás a prova de que não estamos sós!

A observação decorreu a 27 de Janeiro onde Mark se encontrava com um grupo de pessoas interessadas no fenómeno OVNI, tinham em sua posse várias câmeras disponíveis de forma a registar estes eventos surpreendentes, como também goggles nith vision.
Devido à intensidade das observações, meteram mãos à obra.
"E conseguiram"...
Segundo Mark, não se trata de Flares "plataformas", ou qualquer tipo de lançamento de foguetões, balões chineses etc, etc.
Trata-se segundo Mark de algo extraordinário e fora do comum.
Assista ao fantástico vídeo.



O mistério não fica por aqui!
No dia 3 de Fevereiro observam novamente os mesmos objectos registando estes em fotografia.


No vídeo foi notório observar e ouvir a conversa de Mark, os "objectos desceram sobre o mar".
Logo muitas teorias foram descartadas inclusive qualquer tipo de contramedidas de aeronaves militares pelo tempo que os objectos luminosos permanecem visíveis na atmosfera, como também qualquer evento realizado pela artilharia Naval.

Tire as suas conclusões....

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Registado em vídeo OVNI no México igual ao filmado na Ilha da Madeira 2012

O caso, conforme explicado ocorreu no dia 2 de Fevereiro (2015) a partir da cidade de Tepotzotlán 40 km a Nordeste da cidade do México.

O vídeo gravado em plena luz do dia mostra uma forma discóide parecendo um diamante num voo lento, com uma trajectória descendente em direcção a um conjunto de árvores próximas.

Nota. É possível ouvir o depoimento da testemunha enquanto regista a observação em vídeo.



Segundo a observação realizada no México e registada em vídeo neste corrente Mês de Fevereiro.
O mesmo se assemelha bastante com uma outra observação realizada em vídeo no dia 1 de Janeiro de 2012 na Ilha da Madeira.
Muitos acreditam que o objecto seria nada mais nada menos do que um balão solar, feito com um saco de plástico.



Quanto a estes objectos ainda não existe uma certeza sobre a sua origem!
Porem não deixa de ser interessante as semelhanças entre ambos pela sua fisionomia, comentário das testemunhas, voo descendente e lento como também a diferença de registo "anos" e países diferentes (Espaço e Tempo).

Será de salientar que o México é dos países com maior incidências desta natureza a nível mundial.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

OVNIs sobrevoaram a Base Aérea das Lajes - Açores

Paulo Cosmelli
(Consultor da Revista UFO)
(Presidente da CEBIUFO)

Fui informado deste incidente ocorrido na semana de 20 de Dezembro de 2010, com um pedido que passo a citar:
"veja por favor se consegue obter uma ou mais fotos da formação em " V " que " Invadiu " a Base Aérea das Lajes nos Açores à pouco mais de duas semanas, tendo essa formação permanecido geo-estacionária sobre a pista durante largo tempo, tendo depois se movimentado e em velocidade estonteante desaparecido"

Para informação, esta é uma das mais importantes Bases aéreas que os EUA têm fora do seu território.

Vejamos:

A Base Aérea das Lajes, oficialmente Base Aérea Nº 4 (BA4), é uma infraestrutura aeronáutica de grandes dimensões da Força Aérea Portuguesa, dependente do Comando da Zona Aérea dos Açores.

Está instalada na povoação das Lajes, na parte nordeste da ilha Terceira, nos Açores.

 Com cerca de 10 km², ocupa a parte central da planície do Ramo Grande e boa parte da encosta da Serra de Santiago, com pistas de aterragem e áreas de estacionamento.

Base das Lajes - Açores
Tem ainda anexo o molhe norte do porto da Praia da Vitória (Porto Militar), ao qual está ligada por uma estrada militar. Tem ainda instalações de telecomunicações e de armazenamento de combustíveis dispersas pela ilha (em boa parte desactivadas).
Esta base está preparada para receber vaivéns espaciais em caso de emergência extrema.

A noticia não é nova, porem não deixa de ser interessante...
Paulo Cosmeli, tem sido de à muito uma referencia nacional onde conta com a participação de vários programas de TV.

Os segredos da Serra da Gardunha e os OVNIs

Após vários pedidos dos nossos leitores, aqui expomos alguns itens da misteriosa serra da Gardunha.
Gardunha que ao longo dos anos tem alimentado histórias do insólito, ponto de encontro de Radio Amadores, Astrónomos e investigadores de OVNIs.
Mas sobre tudo um local onde guarda um grande mistério que continua sem uma explicação para o que ocorreu no passado!

Por - Luante Luís Antunes

Lembrei me de ter visto no Jornal do Fundão numa edição de Julho de 2010 uma noticia sobre os Mistérios das noites na Gardunha, isto porque um amigo meu esteve um dia destes a conversar comigo sobre testemunhos próprios do que também já viu nas noites da Gardunha.
Também dois jovens com as suas raízes em povoações da Gardunha encetaram um trabalho em que recolheram testemunhos de viva voz de algumas lendas da Gardunha, seleccionando quatro delas que querem passar para a tela.

Vou transcrever aqui apenas uma delas oriunda do Casal da Serra.
Há muitos anos um senhor que vinha do povo mas para umas casas mais retiradas a que se chama Patã, isto já passava da meia-noite.
Então, ele tinha uma cunhada que estava de bebé e viu atrás dele no caminho, uma mulher vestida de preto.
Havia uma senhora curiosa que fazia partos e andava sempre vestida de luto e pensou ela: “Vem aí a ti Mari Rosa e espera por ela”.
Mas quando a mulher se aproximava, viu que a mulher tinha altura demasiada para aquela que ele estava à espera.

Ele então começou a andar depressa, esticou o passo para regressar a casa.
A sorte dele foi que a mulher, tinha a porta a trinco e foi o que lhe valeu, quando ele abriu a porta de repente, entrou e nisto que a mulher lhe perguntou: «Jaquim, óh Jaquim o que é que tu tens?»
Ele que nem se remeteu a responder indo directamente para o quarto.
De lá, ele olhou pela janela e viu essa dita mulher, vestida de preto, com uma altura enorme no muro de um curral, que tinha atrás da sua casa em cima de uma pedra redondinha, que ninguém se conseguia lá suster em cima, a bater-lhe as palmas.

Ele, cheio de medo, não saiu de casa nos três dias seguintes e não queria contar a história a ninguém, mas um dia não se conteve e contou…”
Eu sei que em outras localidades da Gardunha há muitas mais histórias parecidas ou não com esta que as pessoas guardam lá no fundo do Baú e que a partir de agora podem partilhar nesta página

Casos que foram noticia

Apareceu uma luz branca, forte, incandescente que foi ficando cada vez maior, começando, depois, a aparecer uma espécie de tentáculos”, dizem acrescentando que logo a seguir viram, nessas ‘pontas’, surgirem umas luzes, azuis e vermelhas, em forma de triângulo.

O fenómeno (…) foi também observado por um grupo de familiares e amigos, a partir de uma quinta em Alcains, junto à Estrada Nacional 18.
Ao ver o que se passava no céu, na direcção da Póvoa de Rio de Moinhos (…).

Vi um ponto luminoso, situado na vertical, que se movimentava devagar em várias direcções”.(…) “Não podia ser um planeta, porque movimentava-se.
Não era uma estrela, porque não cintilava, não podia ser um avião, porque se movimentava em várias direcções, para cima e para baixo”. (…) “ainda esteve algum tempo fixo no mesmo ponto e depois desapareceu no céu”.
Acrescenta ainda que há alguns anos, quando foi inaugurado o novo Largo da Devesa em Castelo Branco, avistou um fenómeno semelhante.



Abdução na Gardunha

Num Domingo a 15 de Setembro de 1996, o jovem Ricardo Machado Oliveira, caminhava pelo Cabeço da Penha, na serra da Gardunha, na região remota da Beira-Alta.
Ricardo decidiu explorar uma caverna na montanha com uma história interessante.
Dentro da caverna, Ricardo perdeu os sentidos.
Quando veio a si, encontrava-se num hangar subterrâneo enorme e cercado por três espécies distintas de seres humanóides.
Próximo estavam diversas naves de forma oval prateadas.

Estes seres terão dito a Ricardo que faziam parte de uma aliança para observar a terra.
Sua base sob o solo da serra da Gardunha, era uma das quatro bases extraterrestres espalhadas pela terra.
As outras estariam em Warminster, Inglaterra, perto da planície de Salisbúria e de Stonehenge; no Grand Canyon, Arizona, EUA; e outra num lugar desconhecido no Peru.
Imediatamente depois de ouvir isto, Ricardo perdeu novamente os sentidos.
Quando abriu os olhos, estava do lado de fora da caverna e eram aproximadamente 8 horas na noite.

Mutilação de animais

Na manhã de quarta-feira, 2 de Outubro de 1996, quando o pastor Fernando Soares foi buscar o seu rebanho que estava num pasto a norte de Idanha-a-Nova, fez uma descoberta verdadeiramente arrepiante.
Encontrou 9 ovelhas mortas, cujos corpos não tinham uma gota de sangue.
Ao todo, 28 ovelhas tinham sido atacadas por “algo”.
Todas as ovelhas atacadas, incluindo as que foram mortas, apresentavam um corte idêntico, “um orifício circular na parte direita do pescoço” segundo reportou o pastor.

Queda de OVNI na Gardunha

Existem rumores de que um OVNI teria caído na serra da Gardunha.
Ainda na actualidade é um assunto que se debate em alguns sites e redes sociais.

Em Portugal a PIDE/DGS tinha dados importantes sobre a queda de um OVNI na serra da Gardunha na década de 60, foram roubados em 1974 dos arquivos da PIDE/DGS e enviados para o KGB em Moscovo nesse mesmo ano, tendo posteriormente, na década de 90 do século XX, surgido à venda na feira da ladra daquela cidade.

Cordenadas para investigação

Gardunha - Gruta: 40° 5'49.16"N 7°30'46.14"W

Gardunha - Parque das Merendas: 40° 6'30.16"N 7°28'59.80"W

Gardunha - Bom local para vigia: 40° 6'9.93"N 7°30'56.50"W


Segue o documentário do Sr. Américo Silva, onde retrata as suas experiências com o fenómeno na região...



A serra da Gardunha continua a guardar muitos segredos, mistérios sobre inúmeros fenómenos inexplicáveis.
Será a serra da Gardunha o icon nacional da Ovnilogia portuguesa que mais atenção tem despertado ao longo dos anos quando o assunto se refere a OVNIs.

Os casos acima já contam com alguns anos e existe quem afirme que estes fenómenos ainda decorrem na tão afamada Gardunha.
Por esta razão o Ufo Portugal apela a quem vive na região que nos contacte a fim de obtermos uma actualização destas observações.

Partilhe esta noticia de forma a podermos chegar mais longe e a quem tenha registo, observações anómalas na região.
Se viu ou tem conhecimento de alguma ocorrência entre em contacto connosco.

ufo_portugal@sapo.pt

Extraterrestres vão tentar dominar o Planeta Terra

Por - Paulo Fonseca

De acordo com o físico, não devemos contar com extraterrestres como os de Spielberg e sim esperar uma aproximação como a exibida pela série de TV “V”.
Se ETs realmente existirem, eles irão querer dominar o planeta.

Para Hawking se eles saíram de sua Terra natal para visitar outros planetas é porque estão tentando explorar ou colonizar outros lugares.

Stephen Hawking tem 68 anos e sofre de uma doença neuro-motora que limitou seu controle sobre a fala e sobre o movimento – mas isso nunca o impediu de contribuir para a comunidade científica.

Ultimamente, ele está finalizando uma série de TV chamada “Stephen Hawking’s Universe” (o Universo de Stephel Hawking), que irá estrear na Discovery americana dia 9 de maio.
Ainda não há previsão de quando a série será transmitida no Brasil.

Na série ele dá as suas opiniões sobre como seria a vida extraterrestre.
Hawking sempre acreditou que os aliens existem – pelo universo ter centenas de milhões de estrelas, com planetas orbitando ao seu redor, os números tornariam impossível que a vida fosse exclusividade da Terra.

Segundo Stephen o problema não é saber se existe vida extraterrestre, mas sim como ela seria.
Ele aposta que as espécies não seriam tão exóticas assim, se parecendo com as criaturas que encontramos na terra (desde bactérias a animais mais complexos).
O físico admite a possibilidade de que há vida inteligente lá fora e declara, também, que tem medo disso.


Na visão de Hawking os aliens seriam criaturas em busca de colónias, o que os tornariam parecidos com os ETs que conhecemos no cinema.
“É só olhar para nós mesmos e podemos perceber como a vida pode evoluir.
E ela pode evoluir em algo que não queremos conhecer.
Os extraterrestres podem ter naves enormes e terem esgotado os recursos do seu planeta, se tornando nómadas procurando uma nova casa” declara.

Ele também diz que enquanto nós colonizamos e conhecemos melhor o espaço, devemos evitar o contacto com ETs.
“Se encontrarmos ETs ou se ETs nos encontrarem imagino que será como quando Colombo encontrou a América.
O resultado não foi muito bom para os americanos nativos”

Imaginemos o que nos poderia acontecer.