domingo, 27 de julho de 2014

Luzes observadas novamente em Portugal

Testemunhas voltam a observar estranhas luzes.
Não sabendo a sua origem as testemunhas descrevem as luzes como algo incomum, fora do vulgar perante os seus conhecimentos.

Aroeira
Ontem por volta das 00:30h também pude observar na zona da Aroeira o mesmo fenómeno constatado no vosso blog.
Olhei para o céu e observei um conjunto de luzes que se seguiam em linha estas mesmas cintilavam umas entre outras...e parecia deslocarem se ao mar...estava com mais uma pessoa que pode afirmar o mesmo.
Nunca tinha avistado tal coisa e fiquei deslumbrada.

Bom Jesus
O Fenómeno apareceu há pouco, perto do Bom Jesus, às 00:23h.
Estava com 2 amigos e ouvíamos fogo de artifício mas sem ouvir pois parecia distante.
Quando começo a ver luzes a piscar e aviso-os que o fogo estava ali.
Pensei para os meus botões é ainda está a rebentar e este é daqueles foguetes que duram muito tempo.
Mas estranhamente os foguetes não desciam.
As luzes piscavam e cintilavam rapidamente.
Até que alguém disse aquilo é muito estranho.
As luzes piscavam e aproximavam-se lentamente, começaram a tomar outra forma.
Ao todo eram 7 luzes: 3 à frente, depois 2 e atrás outras 2. Moveram-se para outra sentido depois formaram meio circulo e aos poucos as luzes começaram a ficar menos intensas.
Depois ao lado das luzes observei que havias uma nuvem se outra luzes mais fracas parecia centenas.
Ao que parece algumas piscavam ao pares, duas próximas muito juntas.
Durante este tempo - cerca de 15 min - tentei tirar fotos e fiz vários vídeos, mas não tinha resolução suficiente.

Gostava de saber algo mais sobre isto ou se outras pessoas também o viram, ou têm melhores vídeos.

Sintra
Ola boa tarde, ao tentar perceber o que vi ontem a noite ( 25/7/2014 ) encontrei o vosso site.
Reparei que houve mais avistamentos desta luzes intermitentes o ano passado na zona do porto.
Ontem por volta das 23:30 em Trajouce/Sintra, ao passar numa zona de fabricas, céu descoberto e com iluminação, deparei-me com as tais luzes intermitentes, entre 20 a 30, não muito longe do solo.
Sobrevoava em sentido contrario ao meu, foi então que dei a volta ao carro e segui a sua direção que seria para o mar.
Tentei filmar mas sem sucesso e acabaram por desaparecer
Já se conseguiu perceber do que se trata?

Ufo Portugal
Não existe uma certeza, devido a não possuirmos imagens do que foi observado.
As imagens podem ajudar a identificar o que foi observado pelas testemunhas.
Inicialmente julgamos serem balões leds.
Estes são libertados durante eventos festivos com maior frequência nos "Fins de semana e feriados".
Porem bem recentemente em Curitiba Brasil, Knittelfeld Austria e França, o mesmo fenómeno era observado apresentando as mesmas caracteristicas.
Ficamos aguardar por imagens que nos ajudem a decifrar mais esta observação realizada por várias testemunhas afastadas por mais de 780 quilómetros entre elas.
Enviem as vossas imagens para ufo_portugal@sapo.pt



Este fenómeno ocorre um pouco por todo o mundo e não se trata em todos os casos de balões leds ou metereologicos!
Em muitos dos casos existem cientistas a tentar decifrar estas misteriosas aparições que até ao momento não apresentam uma explicação racional.
Somente com ajuda de imagens será possível se poder chegar a um consenso.

Vídeo envido pela testemunha Raul Costa.
Registo dia 26 de Julho.

video

Em breve iremos adicionar mais informação e outros relatos que nos chegaram via e-mail ufo_portugal@sapo.pt

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Escala de Hynek

PRIMEIRO GRAU

O avistamento de um ou mais objetos voadores não identificados:

Discos voadores;
Luzes estranhas;
Objetos voadores não identificáveis como feitos pelo homem.

SEGUNDO GRAU

Observação de um OVNI associada a outras percepções:

Calor ou radiação;
Danos ao terreno;
Círculos nas plantações;
Paralisia (catalepsia);
Animais assustados;
Interferência no funcionamento de máquinas;
Perda de memória associada ao encontro com o OVNI.

TERCEIRO GRAU

É a observação que Hynek classificou como a de "seres animados" em associação com os OVNIs. Hynek deliberadamente escolheu o termo vago "seres animados" de modo a descrever os supostos seres sem fazer qualquer julgamento de valor de como eles seriam. Hynek não necessariamente especificou esses seres como sendo "extraterrestres" ou "alienígenas". Ainda, ele manifestou desconforto com os relatos existentes, mas sentiu-se obrigado a incluir a categoria para representar esta minoria que afirma ter tido os encontros.

A escala original de Hynek vai somente até o terceiro grau.

O pesquisador de OVNIs Ted Bloecher propôs uma escala de seis subtipos de encontros de terceiro grau da escala de Hynek:

(A) uma entidade é observada apenas dentro do OVNI;
(B) uma entidade é observada dentro e fora do OVNI;
(C) uma entidade é observada próxima ao OVNI, mas nem entrando nem saindo dele;
(D) uma entidade é observada e nenhum OVNI é avistado, mas atividades de OVNIs são relatadas na mesma área e momento;
(E) uma entidade é observada e nenhum OVNI é avistado, e nenhuma atividade OVNI é relatada naquela área naquele momento;
(F) nenhuma entidade ou OVNI é observada, mas o alvo experimenta alguma forma de "comunicação inteligente".

QUARTO GRAU

Um ser humano é abduzido por um OVNI ou seus ocupantes.

Jacques Vallée, que trabalhou com Josef Allen Hynek, argumentou que um encontro do quarto grau deveria ser descrito como um caso onde "o observador passa por uma experiência de transformação de seu senso de realidade", de modo a incluir casos de não-abdução taxados de simples alucinação ou sonho.

QUINTO GRAU

Descrita por Steven M. Greer engloba encontros onde há comunicação bilateral, espontânea, voluntária e proativa entre o observador e inteligência extraterrestre. A definição é similar aos relatos da década de 1950, onde pessoas afirmaram manter uma comunicação regular com alienígenas benevolentes.

A natureza desta comunicação bilateral e deliberada é geralmente tida como (mas não necessariamente deve ser) telepática. O alvo geralmente diz não ter quaisquer super habilidades psíquicas prévias. Ao contrário da crença geral, nem todos os alvos identificam a fonte como sendo de origem extraterrestre, mas simplesmente de um mundo diferente do nosso.

SEXTO GRAU

O ufólogo Michael Naisbitt propõe que o cenário do encontro de sexto grau existe quando um incidente com um OVNI provoca diretamente ferimentos ou a morte. Esta categoria tem sido considerada redundante, uma vez que a escala original de Hynek descreve o segundo grau como um encontro que deixa uma evidência física de qualquer tipo.

SÉTIMO GRAU

O Black Vault Encyclopedia Project propõe um encontro de sétimo grau como sendo um acasalamento entre um ser humano e um ser extraterreste, produzindo um ser híbrido. O conceito é similar ao proposto pela teoria dos astronautas antigos como Erich Von Däniken, Zecharia Sitchin e Robert K. G. Temple, onde extraterrestes interagiram e possivelmente influenciaram seres humanos no passado. 4

O conceito deste sétimo grau não combina com os conceitos originais de Hynek, que especificamente evitou descrever os ocupantes dos OVNIs como "alienígenas" ou "extraterrestres", levando em consideração que não há evidências suficientes para determinar a natureza física dos seres, ou mesmo seus motivos.
O Dr. Josef Allen Hynek foi um professor acadêmico, astrônomo e ufólogo estadunidense. Ele atuou como consultor de pesquisas ufológicas da United States Air Force (USAF, Força Aérea dos EUA) em três iniciativas: Project Sign (1947-49), Project Grudge (49-52) e Project Blue Book (52-69).

Ele começou como cético, mas teve sua opinião transformada pelos casos que estudou. Nas décadas seguintes, conduziu sua pesquisa de forma independente e é considerado o pai da análise científica de relatos e, principalmente, vestígios deixados por OVNIs.

Rondinelli



quarta-feira, 23 de julho de 2014

Alemanha liberta arquivos sobre ovnis

Durante várias décadas, autoridades do governo alemão afirmaram que nunca houve um interesse oficial em investigar ou estudar o tema de objetos voadores não identificados (OVNIs). 

Mas agora, o editor da notícia-blog alemão em ciências de fronteira e do paranormal, Andreas Muller, foi capaz de acessar anteriormente arquivos secretos sobre OVNIs compilados pelo segredo interno alemão, agência de inteligência "Bundesnachrichtendienst" (BND), que conta uma história completamente diferente do omitido e negado pelo Governo Alemão.

Foi em 2008 que o Ministro Federal do Interior alemão da época, Dr. Wolfgang Schaeuble, repetiu o que outros funcionários disseram várias vezes antes das últimas décadas, quando foram questionados sobre o interesse oficial de governos alemão e interesse dos militares sobre o tema OVNI e sua investigação, dizendo:
... Eu não tenho conhecimento de qualquer órgão oficial, instituição ou órgão que lida com ou investiga avistamentos de objetos voadores não identificados, os chamados OVNIs.
Além disso eu não tenho conhecimento de qualquer um desses projetos oficiais dessa natureza.

 Os recém-reveladas UFO-arquivos pela BND agora contradizem essa versão oficial com um todo arquivo-conjunto de 67 páginas intitulado já com o "OVNI".
O conteúdo desses arquivos são "avistamentos de objetos voadores não identificados ao longo das zonas de fronteira entre a Alemanha Ocidental e a República Democrática Alemã (RDA) e Chechoslovakia (CSSR)".
Os arquivos podem ser encontrados sob a palavra "UFOs" dentro dos Arquivos Federais Alemães ("Bundesarchiv") com sede na cidade de Koblenz.
No entanto, devido ao fato de que todos os documentos que são libertados para esses arquivos são automaticamente protegidos e embargado por 30 anos, de acordo com a lei alemã Archive Federal, estes arquivos são protegidos e fechados até ao ano de 2021.
No entanto, você pode pedir esses arquivos a serem liberados antes dessa data.
E se alguém já passou por este processo com sucesso de antemão, tais arquivos será aberto também para os candidatos posteriores.
Provavelmente devido ao fato de que todo o arquivo também inclui partes não relacionadas com o OVNIs sobre a antiga fronteira entre Alemanha Oriental e Ocidental, alguém já tem permissão para ver este arquivo - incluindo o capítulo extenso sobre OVNIs - já estava aberto para ser visto por todo mundo.
No entanto, até agora o cerne da questão é que este fato não é oficialmente mencionado na lista.
Na verdade, os arquivos ainda estão listados hoje como "fechados até 2021" - e, aparentemente, ninguém se deu ao trabalho de perguntar pelo seu status atual.

Os arquivos que estão listados sob o código de identificação "B 206/1914 - Bestand B 206 des Bundesnachrichtendienstes", obviamente, não foram criadas originalmente porque a agência secreta Exterior alemã BND queria estudar objetos voadores não identificados por causa de uma possível natureza exótica ou mesmo extraterrestre, mas devido ao fato de que durante a Guerra Fria estes avistamentos foram pensados serem possíveis atividades inimigas ou ações de espionagem do lado dos Estados do Pacto de Varsóvia e das tropas soviéticas estacionadas na RDA e CSSR.
Embora existam alguns avistamentos que foram relatadas por civis, a maioria dos casos enumerados foram relatados por membros das unidades de patrulha e proteção de fronteira.
E se é verdade que a maioria dos casos descritos e contidos verdadeiramente pode ser facilmente explicado por drones soviéticos e sonda de balões, porque os objetos descritos completamente assemelhava a esses drones dessa área, como o avião soviético avião-like "Tupolev M-141", ou sonda de balões convencionais (como em muitos casos de OVNIs-arquivos oficiais de outros países), há uma pequena quantidade de casos que desafiam tais explicações, não só devido à natureza exótica das características observadas dos objetos avistados, mas também porque até mesmo as investigações oficiais tiveram problemas ou totalmente incapazes de explicar os avistamentos - pelo menos como descrito e coberto nesta mesma arquivos.

Todas as 67 páginas do BND-UFO-Files. | Direitos de autor: Bundesarchiv.de (Crédito: grenzwissenschaft-aktuell.de)
Todas as 67 páginas do BND-UFO-Files. | Direitos de autor: Bundesarchiv.de (Crédito: grenzwissenschaft-aktuell.de)

Primeiro Encontro acima escrito pela Guarda de Fronteiras Alemã e da estação da Marinha no mar Báltico
O caso mais interessante de avistamento de um OVNI, por quatro funcionários aconteceu em 1986 em Fehmarn, Alemanhas terceira maior ilha do Mar Báltico (que era uma ilha fronteira, durante esse tempo, quando pós-WW-2-Alemanha ainda estava dividida em Médio Ocidental).
Sobre este evento o BND-UFO-Files revela o seguinte:

No início da manhã de 1986/08/26 (26 agosto de 1986), no período entre 03.00 e 03h30, três funcionários públicos no cargo de Guarda Fronteiriça em Puttgarden, que estavam no serviço noturno, olharam para fora da janela do seu escritório observado um objeto voador que viajou numa velocidade lenta em direção a estação ferry em Puttgarden.
Ao mesmo tempo, este objeto voador era observado por um outro funcionário da alfândega Puttgarden, a partir do chamado "parque de estacionamento" da estação de ferry, que foi posicionado a cerca de 300 metros (900 pés sobre) afastado (a partir dos três guardas oficiais de fronteira) .
Depois de uma extensa entrevista e interrogatório pelo signatário (do relatório), foram confirmadas as seguintes circunstâncias:


1) O objeto voador não identificado se aproximou da estação de ferry-Puttgarden na época mencionada em uma velocidade lenta comparativa (de forma alguma era um avião convencional) vindo do Oeste.
2) O objeto estava voando a uma altura de cerca de 50 - 60 m. (ca. 150-180 pés).
3) Como se chegou (sobre) o ferry-estação Puttgarden, mais uma vez reduziu mais a sua velocidade e chegou a um impasse quase completo.
4) Neste momento de observação os policiais da guarda fronteiriça ouviram um som que eles descreveram - de acordo com um funcionário da alfândega - como um "comparativo som silenciosamente cantarolando", que poderia ser comparado ao som de uma turbina.
5) Todos os agentes foram incapazes de dar qualquer descrição sobre o tamanho, forma e cor do objeto voador.
Isto foi devido topo das seguintes razões:
1) A noite estava escuro como breu.
2) O objeto emitida tal radial ofuscante iluminação / luz, para que as OBSERVAÇÕES mencionadas a acima se tornava impossível para o descrever.
Um oficial até especula que esta iluminação poderia ter sido ligado com a intenção de evitar uma identificação, como a luz utilizada não era nem a de luzes de navegação, nem luzes de inundação, como ausência de cones de luz direcionamento.
6) Após a quase a metade do objeto, mesmo em frente da estação de ferry-Puttgarden, o objeto continuou o seu vôo pairando na mesma altitude para o leste passando acima da estação da Costa Marinha Marienleuchte em Fehmarn (ca. 600m/1800ft distância).
7) As tentativas de recolher mais informação para clarear as observações através de outros profissionais falhou.
Investigações foram feitas através da Marinha Coast-Guard Westermarkelsdorf, Marienleuchte e Stabernuk (todos na ilha de Fehmarn), bem como com o esquadrão de vôo do comando da Guarda de Fronteiras "Coast" (helicópteros), a vigilância de funcionamento da estação de balsa Puttgarden, com as balsas alemães 'Deutschland' e 'Karl Carstens' e a Polícia dinamarquesa em Rodby.

O Caso de Puttgarden sozinho abrange cinco páginas com o BND-UFO-Files. | Direitos de autor: Bundesarchiv.de (Crédito: grenzwissenschaft-aktuell.de)
O Caso de Puttgarden sozinho abrange cinco páginas com o BND-UFO-Files. | Direitos de autor: Bundesarchiv.de (Crédito: grenzwissenschaft-aktuell.de)

Embora a testemunha exclua a possibilidade de que eles haviam observado um avião e também excluiu a opção de um helicóptero, o arquivo mais tarde faz a suposição de que poderia haver uma conexão com o alegado avistamento de um helicóptero soviético acima da cidade alemã de Luebeck na mesma manhã (1986/08/26), mas em 7:00 (assim 4-3 horas depois) que foi relatado por um jornal local.
Partindo desse pressuposto novamente novas investigações foram feitas, mas novamente com o resultado negativo.
Avaliação eo significado do BND-UFO-Files
Independentemente de como especialistas na área de OVNIs e os militares vão finalmente valorizar cada caso de avistamentos OVNIs descritos neste recém-descobertos BND-files, o seu significado e importância para uma verdadeira compreensão do interesse do governo alemão sobre o tema dos OVNIs pode ter altos interesses.
Enquanto os arquivos em si não são secretos ou embargado mais porque no contexto histórico pode ser visto por qualquer pessoa nos Arquivos Federais de Koblenz, já é a existência de tais arquivos em si, que faz aumentar o seu valor, porque - como disse antes - contradiz totalmente a posição oficial dos governos alemães durante várias décadas, que não há e nunca houve qualquer interesse oficial, nem por parte dos governos, seus elementos, ministérios, entidades, instituições, serviços militares secretos, nem sobre o tema e estudo de objetos voadores não identificados .
Além disso, a existência do BND-UFO-Files suporta também uma avaliação pelos politicamente independentes do Congresso de Investigação Científica (Serviços Wissenschaftliche Dienste) do Parlamento alemão (Bundestag) em relação à posição do governo alemão sobre OVNIs e visitantes extraterrestres na Terra.

Esta avaliação conclui:
O fato de que ambos, o Reino Unido, bem como a França (e em vários outros países), têm estado envolvidos com a questão sobre a existência de OVNIs e formas de vida extraterrestre, e que confirmou esse interesse através da publicação de seus arquivos antes secretos extensivamente até mesmo on-line , sugere que as agências também alemães e ministérios federais estão envolvidos com este problema e pergunta.
(Pode ser interessante para os leitores que esta mesma avaliação feita pelos congressistas Scientific Research Services alemães é atualmente o tema de uma ação judicial em curso, em que a administração do Parlamento alemão está se esforçando para manter a avaliação de ser liberado sob a liberdade Alemanha of Information Act).
De fato, muitas facetas dos BND-arquivos acima descritos revelam que tal interesse, pelo menos, uma vez que existe (e, provavelmente, ainda existem!), como os arquivos demonstram que houve procedimentos e mecanismos para relatar e investigar casos de avistamento-objetos voadores não identificados por civis também e principalmente por funcionários e membros das forças armadas e guardas de fronteiriças.
Um arquivo, por exemplo é marcado com o fim manuscrita de "por favor, crie um" OVNI-procedimento '", enquanto outros mostram claramente que a assistência jurídica e administrativa foi procurada para novas investigações sobre alguns dos avistamentos de OVNIs descritos, não só os militares, mas também para o Ministério do Interior - assim o mesmo Ministério que (como outros) reivindicou durante tantos anos não ter qualquer interesse em relação aos OVNIs.

Crédito

terça-feira, 22 de julho de 2014

Astrônomo britânico tira fotografia de OVNI

Durante a recente super lua cheia, o astrónomo Lee Thompson teve sorte de tirar fotografia de um OVNI (objeto voante não identificado) que se deslocava da direita para a esquerda tendo a Lua como fundo.

Cumpre apontar logo que ao observar a Lua os astrónomos percebem amiúde objetos voantes não identificados contra o fundo do seu disco brilhante. Neste caso houve, inclusive, suposições de que o britânico tivesse feito fotografia da Estação Espacial Internacional.
Mas naquele momento a Estação simplesmente não podia encontrar-se neste lugar. Além disso, o aspecto deste objeto é totalmente diferente do aspecto da estação espacial.
Na noite de 14 para 15 de julho o satélite do nosso planeta atingiu o seu perigeu e ficou à distância de 362.062 quilómetros da Terra, isto é, bastante perto, pois a distância média entre estes corpos celestes varia entre 384 e 401 mil quilómetros.
Neste caso o plenilúnio coincidiu com a aproximação dos planetas resultando num espetáculo excepcionalmente belo, chamado Super lua.
Muitos astrónomos amadores aguardam com impaciência este fenómeno e cuidam de tirar sua próprias fotografias.


Crédito

OVNIs: Explicação anedótica da CIA é arquivada

Lembram-se dos relatórios de actividade anormal nos céus dos anos '50? Fomos nós.

Não percebi: se é para rir?
É evidente que a CIA não tem uma grande opinião da espécie humana, e talvez nem esteja errada neste aspecto: mas isto é demais.

Em primeiro lugar: esta mensagem já tinha sido transmitida através do FOIA (Freedom of Information Act) nas páginas da internet da CIA já no longínquo 1998.
Portanto, nada de novo debaixo do sol: é uma sopa aquecida, mas isso não impediu que os principais órgãos de informação mundiais repetissem a história até que todos os cantos do planeta estivessem alcançados.


Meus Senhores, o fenómeno OVNI está assim explicado.
Ponto final, parágrafo.

Mas vamos em frente, porque alegado ao tweet está uma vista parcial dum documento, no qual é explicado que os "OVNIs" na realidade não passavam de aviões-espiões U2 Lockheed.

Problema: o U2 Lockheed, conhecido também como Lady Dragon, voou pela primeira vez em 1955 e entrou em serviço só no final de 1957.


Então, as vagas de observações feitas em 1952?
Aquelas de 1954?
Os OVNIs fotografados por cima da Casa Branca, sempre em 1954, eram U2?
Estavam a espiar o Presidente?
Ou andavam perdidos?

Continuemos. De acordo com as explicações fornecidas pela CIA, os EUA estavam a testar novos aviões de espionagem que voavam muito acima dos aviões comerciais. Nomeadamente, os aviões de transporte de passageiros voavam entre 10.000 e 20.000 pés, enquanto os U2 voavam acima de 60.000 pés. Que significa: mais de 18 quilómetros de altitude. Wow, que vista que têm estes americanos, melhor do que uma águia. Deve ser dos hot-dogs.

Explicação: o sol, na altura de pôr-se, baixa-se no horizonte e deixa de iluminar os aviões comerciais; mas não os que ficam mais acima, como os U2, que são iluminados a partir de baixo, tornando-se assim brilhantes e visíveis até por parte das pessoas que ficam em terra.


1870, Mt. Washington, New Hampshire (EUA): afinal era um U2
Este é um pensamento particularmente interessante, com o qual a CIA reconhece (por assim dizer) que é capaz de encontrar uma explicação "válida" para todas as observações de OVNIs efectuadas pouco depois do pôr do sol (mais ou menos uns 20-30 minutos após o sol ter desaparecido da linha do horizonte).
Ficam de fora todas as observações efectuadas em outras alturas do dia e da noite.
Notável.

1927, Cave Junction, Oregon, (EUA): outro U2
Alguém deve ter reparado nisso na CIA (provavelmente o mais inteligente do grupo) e eis que surge outra linha:
Até nas horas diurnas, o corpo prateado do U2 podia ter apanhado pelo sol e ter produzido reflexos e brilhos que poderiam ter sido observados [...] até do terreno.
Ah, tudo bem então.
Falta só resolver o problema da noite: posso sugerir um reflexo luar que iluminava as asas prateadas dos U2?
Fica a ideia.

2014: Também este é um U2
Haveria depois um pormenorezinho...nada de importante, que fique claro: mas os U2 não eram prateados.

A razão?
O facto é que um avião-espião que se ilumina no céu em pleno dia como se fosse um fogo de artifício, não é destinado a ter muito sucesso.
Os Russos podiam não ser raposas, mas verem um avião prateado que brilhava e emanava reflexos poderia ter feito surgir algumas dúvidas até no cerebrinho deles.
Por isso os U2 eram pretos, de tinta mate.

Outro problema: o U2 não era um avião supersónico, a sua velocidade máxima era de 805 km/h. Que não é pouco, mas continua a não ser supersónica e, sobretudo, observada a 18 quilómetros de distância faz todo outro efeito.
Nada a ver, portanto, com as fantásticas velocidades testemunhadas até por militares da USAF.

Bom, mas tudo isso agora é secundário: o que conta é que o problema OVNI foi resolvido duma vez por todas.
Podemos deixar de falar destas coisas, boas só para quem tiver a cabeça nas nuvens.

O caso sobre OVNIs fica arquivado, pelo menos até a próxima anedota publicada pela CIA.

Crédito 

segunda-feira, 21 de julho de 2014

OVNIs sobre o céu de Dordogne França Não tem explicação


Os OVNIs continuam nas manchetes francesas.
O revestimento dos OVNIs, desta vez no céu acima da região francesa de Dordogne provocou um debate na fraternidade e entusiastas sobre o assunto.
Um vídeo com esse registo sobre França, tornou-se uma sensação online, que vai além do seu compartilhamento.

O vídeo foi divulgado no YouTube a 5 de Julho, com a manchete: "A atividade UFO perturbador! 3 UFOs desembarque na Floresta, julho 2014 "tem muitos pontos de vista com a mesma questão: será uma realidade?
O criador do vídeo escreveu: "Foi durante um belo pôr do sol. Olhei entre duas casas para descobrir o céu bom, quando eu vi esses objetos. "

video

No referido vídeo, um objeto redondo é visto sobre o céu em torno de uma floresta na Dordogne.
Esta não foi a primeira vez que os OVNIs foram vistos.
Durante anos, tem sido o centro de atração com muitas histórias.

No entanto, até agora nenhuma prova científica foi encontrada para fortalecer tais alegações.
Como o incidente Dordogne ainda está por ser explicado pelos cientistas. 

OVNIs multicoloridos voam sobre a Austria

Autoridades austríacas estão confusas para explicar um avistamento de OVNI em que dezenas de pessoas relataram ter visto entre 50 a 100 objetos voando em formação. 

O incidente aconteceu ao longo da bacia do Aichfeld perto da cidade de Knittelfeld no estado austríaco do sul de Styria, onde testemunha Juergen Trieb de 41anos, e a sua namorada Waltraud Kaliba de 40, conseguiram ver esta observação bem antes dos objetos desaparecerem a alta velocidade.

Waltraud conta:. "No início, pensei que poderia ser algum tipo de fenômeno natural, mas quando percebemos que eles estavam voando em formação e viajando ao redor 400 mph, ficou claro que ele não poderia ser descartada como algo natural.
 O estranho é que, apesar de as luzes brilhantes não havia barulho de objetos ".

video

A imprensa local informou que as imagens registadas neste caso foram vistas por várias pessoas, e que havia entre 50 a 100 de todos eles voando em silêncio e em formação.

Controladores de tráfego aéreo austríaco disse que tinha sido informado do incidente e foram olhando para ele, mas não quiseram comentar nesta fase.
Apenas confirmaram que não havia indicação de que a foto ou os avistamentos relatados fossem uma fake.

A área ao longo da bacia do Aichfeld entretanto, tem sido um ponto quente para avistamentos de OVNIs e fenómenos atmosféricos misteriosos, embora nem os cientistas nem os observadores de OVNIs ofereceram uma explicação para o sucedido.

Informação avançada pelo austriantimes
Será que os balões leds chegaram à Austria ou seriam as observações em Portugal relacionadas a este fenómeno e também elas confundidas com os balões leds!
Ficam as dúvidas.

OVNIs passearam em Curitiba "Brasil" e foram registados em vídeo

Alguns objetos voadores não identificados (ovnis) foram vistos em Curitiba na tarde deste Domingo 20 de Julho.
O flagrante foi registrado e publicado no YouTube pelo usuário Gustavo Pancho Villa.
Devido à intensidade do sol, os pequenos pontos brancos ficaram pouco visíveis na gravação, mas você consegue enxergar um, por exemplo, aos 43 segundos do vídeo.

video

De acordo com a descrição do vídeo, dezenas de ovnis foram avistados entre as 13 e 17 horas.
"Os pontos luminosos que ficavam muito próximos do sol e se movimentavam em alta velocidade muito alta e mudavam de direção com muita facilidade e rapidez.
Parecia que esses objetos estavam dentro do nosso planeta, mas bem alto", diz o narrador do vídeo.

Recordista de avistamentos

Curitiba é uma das cidades paranaenses com o maior número de ocorrências de avistamento de objetos voadores não identificados (ovnis).
Por semana, há uma média de dois a três relatos de avistamentos, segundo o pesquisador Ademar Gevaerd, coordenador do fórum e diretor da Revista UFO.
Ele relata que os pontos mais comuns dos relatos são em áreas mais abertas como as imediações do Parque Barigui e o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Ainda na RMC, há relatos de ovnis nas áreas abertas de Quatro Barras, Campina Grande do Sul e Piraquara. “Na região de Campo Grande também há um grande número de relatos”, afirma o pesquisador. Outro local presente em relatos é a região da Serra do Mar, Alexandra, Itapoá, Guaratuba e Pontal do Sul, no litoral paranaense.
Os números apresentados, de acordo com Gevaerd, são baseados nos relatos oficiais de pilotos de aviões comerciais e civis durante pousos, decolagens e sobrevoos do aeroporto Afonso Pena.

Crédito 

video

Tentamos obter algo semelhante a fim de verificar a hipótese de insectos, porem algo a ser descartado.
Neste vídeo a cima os insetos estavam visíveis a olho nu, porem a câmera não os registou ficando só alguns pássaros que passavam no local.
Quanto à origem das pequenas luzes registadas pelo autor do vídeo irão permanecer em investigação até se obter uma análise final do que foi registado.

domingo, 20 de julho de 2014

Seis OVNIs aparecem na Baixada Fluminense "Brasil"

Seis Óvnis (objetos voadores não identificados) foram gravados no final de junho na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, por uma estação especializada em monitorar meteoros.

Registrados por uma câmera de alta sensibilidade, que trabalha com o mínimo de luz possível e também capta raios infravermelhos, invisíveis a olho nu, os óvnis apresentam padrões muito incomuns, segundo o ufólogo e astrônomo amador Wagner Vital de Lima, do Grupo Ufológico da Baixada Fluminense (Gubf).

Lima explica que, após serem gravadas, as imagens são analisadas por um programa especializado em classificar meteoros, que tem padrões de identificação que excluem formas como aviões, pássaros e insetos, entre outras.

Seis Óvnis (objetos voadores não identificados) foram gravados no final de junho na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, por uma estação especializada em monitorar meteoros.

Registrados por uma câmera de alta sensibilidade, que trabalha com o mínimo de luz possível e também capta raios infravermelhos, invisíveis a olho nu, os óvnis apresentam padrões muito incomuns, segundo o ufólogo e astrônomo amador Wagner Vital de Lima, do Grupo Ufológico da Baixada Fluminense (Gubf).


Lima explica que, após serem gravadas, as imagens são analisadas por um programa especializado em classificar meteoros, que tem padrões de identificação que excluem formas como aviões, pássaros e insetos, entre outras.

Crédito

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Recuperados aúdios estoricos sobre OVNIs

Arquivos de áudio históricos pertencem ao que é conhecido como o início da era moderna OVNI, foram recuperados e disponibilizados on-line para download. 

A árdua tarefa de recolher esses arquivos foi conduzida pela Srª. Wendy Connors e Roderick Dyke, e re-descoberto e colocado on-line por Isaac Koi e Giuliano Marinkovic.
Connors passou vários anos de sua vida na Força Aérea dos EUA a trabalhar na área de comunicações, onde se tornou interessado no assunto OVNI, e particularmente na pesquisa institucionalmente conduzido pelo seu empregador.
Ela também foi um dos membros fundadores do grupo original do governo de investigações OVNI: Projeto Sign.
O relatório final do Projeto Sign, publicado no início de 1949, afirmando que, enquanto alguns OVNIs representam ser naves espaciais fabricadas pareciam ser real, não há dados suficientes para determinar a sua origem.

No entanto, antes deste relatório final, foi formalmente admitido que alguns OVNIs eram provavelmente de origem extraterrestre, com a maioria do pessoal envolvido no projeto é derrubado a favor da hipótese extraterrestre.
Isso logo levou a este ponto de vista e é rejeitado pelo governo e o projeto interrompido para ser substituído pelo Projeto Grudge, que é responsável por iniciar uma campanha debunk e ridicularizar o assunto OVNI.
Conforme os anos passaram, Wendy Connors começou a coletar clipes de áudio de algumas das entrevistas mais importantes de seu tempo, e seu próprio projeto rótulo como "Discos Faded".
Os clipes incluídos comentários administradores de OVNIs e grupos de pesquisa da Força Aérea, pesquisadores e outras pessoas, como os astronautas, atores, políticos, e qualquer um que tivesse algo a dizer sobre o assunto.
Connors conseguiram remasterizar o áudio, alcançando assim o objetivo de preservá-los para a posteridade.
Algumas destas entrevistas incluem Kenneth Arnold, o piloto herói de um dos avistamentos de começar a era moderna do disco voador e da Força Aérea iria colocar diretamente na área de pesquisa (e debunke) OVNI.
Há também clips de Dr. J. Allen Hynek, astrônomo que originalmente patrocinado pela debunker para a USAF, mas acabou mudando de idéia a propor um estudo científico dos OVNIs.
Pouco antes de sua morte, Hynek admitiu conspiração que fez parte do Livro Azul, onde foi ordenado "não alterar o público" e manter os casos de OVNIs difícil de explicar, tanto quanto possível a partir da mídia.


A coleção também inclui clipes testemunhas militares e algumas das pessoas-chave envolvidas nos casos mais emblemáticos da época.
Embora houvesse discordâncias quanto à natureza do fenômeno, como ainda é hoje, o OVNI foi levado muito mais a sério quando eu peguei pela primeira vez a atenção do público.
Discussões civis ocorreram entre pessoas de alta credibilidade, e as gravações dessas discussões podem ser encontradas nos arquivos de áudio online.
Marinkovic e Koi têm trabalhado incansavelmente para arquivar os documentos mais importantes de OVNIs e divulgar entre pesquisadores e estudiosos.
A compilação de Connors, "Discos Faded" foi muito difícil de encontrar e que levou anos para localizar e colocar à disposição do público.

Para acessar aos arquivos áudio ( AQUI )

Crédito

domingo, 6 de julho de 2014

Abdução alienígena a ovelha entre os incidentes de ovnis relatados na polícia de Gales

Uma série de objetos voadores não identificados foram vistos sobre Gales nos últimos quatro anos

Quando se trata de avistamentos de ovnis, relatou a polícia de Gales as ovelhas estão incluídas nestes incidentes.

Um alerta sobre alienígena e rapto de OVELHAS estava entre as chamadas recebidas ao longo dos últimos quatro anos.

Dados recém-lançado mostra que um Polícia Dyfed-Powys alegou que tinham visto ovelhas a serem  levadas a bordo de um objeto voador não identificado a partir de um campo em Llanybydder, perto Lampeter.

No mesmo ano de 2011, no atendedor telefónico da policia de Aberystwyth, a testemunha relatou que tinha sido previamente abduzida por alienígenas onde lhe tinham realizado experiencias e então voltou para a terra.

Noutra parte em arquivos ufológicos da força policial, em Llandysul alguém relatou ter visto um objeto de forma triangular a 40 pés no ar com luzes alaranjadas e em Welshpool um interlocutor relatou ter visto um OVNI "caindo na distância".

Em 2012, um chamador da policia de Carmarthen afirmou ter visto "um objeto metálico e circular no céu".

Haviam dois relatos de OVNIs no ano passado.
Carmarthen relatou ter visto três objetos "do tamanho de uma pequena casa de" 200-300 pés no céu.
E houve também relatos de um OVNI em movimento de forma irregular em Criciúma em 2013.

O número total de avistamentos de OVNIs relatados na área - que é o lar de avistamentos hotspot uma vez apelidado de "o triângulo Welsh - a 27 desde 2002.

Entre as aparições anteriores, um OVNI foi relatado no Estuário de Aberdyfi  onde a testemunha alega que o motor do seu carro parou quando viu um ovni.
O motorista escapou sem danos.
OVNIs também foram vistos em New Quay, Ffrwdgrech, Brecon, Cardigan e Llanelli.

Em 2009 uma grande "esfera laranja foi observada em Glanamman, Ammanford, mais tarde foi confirmado ser uma lanterna chinesa.

Por - Emma Sisk
walesonline.co.uk

sábado, 5 de julho de 2014

A possível convergência da tecnologia terrestre com a ciência alienígena dos focos de luzes dos OVNIs

Lewton Burity Verri
Como é possível fazer a "pega" de elementos materiais sob a ação da força gravitacional, a certa altura do solo (relatos de alturas na faixa de 10 a 20 metros do chão), imprimindo certa velocidade de ascensão, sem "queimar totalmente" o elemento em abdução?

Nos milhares de relatos de ABDUÇÕES de gado e até de seres humanos, há registros da elevação deles até a nave raptora.
O gado e as pessoas são atraídos por um forte FOCO DE LUZ que sai da parte inferior do OVNI.
Então, são elevados até ingresso nos recintos do objeto.
Numa aparente "perda" da ação gravitacional sobre os elementos materiais e orgânicos abduzidos.

Será uma espécie de atração fotônica, usando a luz como força de atração?

E como pode isto acontecer, com extrema força de atração "luminosa", que se converte em ação mecânica, rompendo os laços da gravidade sobre os abduzidos?
A evidência é que o fator de atração é a LUZ, numa de suas propriedades até então desconhecidas pela ciência terrestre.
E tal foco de luz sai debaixo da estrutura do OVNI, em que se suspeita fazer parte do seu sistema de propulsão.
E a LUZ tem "garras"?

É de se assombrar, pois no caso de gado, já se viu suspender até 1.000 kg de peso de uma saudável vaca...
Em boa velocidade de ascensão!

Desde os anos 1960, com a invenção dos LASER's, projeção de luz amplificada colimada em focos ou pontos de alta concentração, capazes de atingirem elevadas temperaturas, próximas ou mais das do nosso SOL, a tecnologia dos Lasers se expandiu aos limites de se usarem feixes de luz para uma infinidade de atividades práticas do trabalho industrial e laboral humano.

Como é possível fazer a "pega" de elementos materiais sob a ação da força gravitacional, a certa altura do solo (relatos de alturas na faixa de 10 a 20 metros do chão), imprimindo certa velocidade de ascensão, sem "queimar totalmente" o elemento em abdução?
E ainda como pode a LUZ anular os efeitos das forças atômicas das moléculas compostas dos corpos orgânicos - do gado e das pessoas em abduções - neutralizando a força da gravidade?

Continua para nós terráqueos um mistério que não é FEITIÇARIA.
É pura TECNOLOGIA...

Entretanto, nos anos 1980 a ciência terrestre se mostrou capaz de criar as PINÇAS OPTICAS e as TESOURAS DE LUZ (nestas já temos o domínio com os TERALASERS, que cortam o mais sólido e denso material do planeta).

Nos OVNIs que fazem abduções o que já se viu foi a manipulação de matéria com partículas de LUZ. Já fazemos o que se denomina de manipulação de partículas com luz.

A pinça óptica foi proposta em 1970 e realizada 16 anos mais tarde por Arthur Ashkin, do Bell Labs, e é um instrumento relativamente simples: um feixe de laser monocromático é focalizado pela objetiva de um microscópio.
A luz pode segurar partículas de tamanho da ordem de 1 até ~ 5 nm (nanometros), e exercer forças da ordem de 10 elevado a -12 Newtons.

Houve experiência, com esferas de poliestireno de 250 de raio manipuladas por uma série de várias armadilhas ópticas.
É possível obter várias armadilhas usando um único feixe laser combinando o esquema básico com hologramas, técnica conhecida por pinça óptica holográfica.

A pinça óptica como instrumento científico se tornou muito importante, com descobertas na biofísica, matéria condensada e nanofabricação.
É uma óptica que permite a manipulação e medida de propriedades mecânicas de micropartículas, pequenas organelas celulares, células e também biomoléculas (DNA, RNA, proteínas).

Dentre as aplicações há a possibilidade de manipular diretamente macromoléculas com a pinça permite forçar reações químicas mecanicamente para fabricação de nanoestruturas.
Como a luz carrega momento, ao sofrer um desvio de sua trajetória há uma mudança em momento que corresponde a uma força atuando sobre o objeto — é a pressão da luz.
É possível fazer cálculos usando eletromagnetismo na aproximação da óptica geométrica para calcular a força da pinça.

Seriam as ‘nossas’ PINÇAS OPTICAS as tataravós dos FOCOS DE LUZ atratores, dos UFOs, que neutralizam as ações de outras forças, até da gravidade?

Crédito

RAF abateu OVNI ... e Governo não quer que saibamos

Pilotos da RAF abateram um OVNI que estava ameaçando a Grã-Bretanha ... E Whitehall reivindica-se num novo e explosivo livro.

Autor Sven Lumley diz que os soldados levaram os destroços para serem analisados num local secreto, após a nave alienígena ter sido arrancada do céu sobre o Norte do País de Gales em 1974.

Funcionários do governo logo silênciaram o incidente, por medo de causar o alarme público massivo, afirma no seu livro The Berwyn Mountains onde revela o incidente.

Lumley foi parcialmente se baseando nas suas conclusões sobre o trabalho realizado pelo investigador Russ Kellett ao longo dos últimos 20 anos.

Ambos estão convencidos de que têm provas de que a Grã-Bretanha é equivalente ao mistério de Roswell, quando um OVNI teria se despenhado no Novo México em 1947.
Os militares dos EUA são acusado de manter o misterioso ovni e ocupantes escondidos desde então.

Kellett reivindicou que três OVNIs foram vistos ao longo do mar da Irlanda em 1974.
Como se dirigiam para as montanhas de Berwyn, um deles foi abatido por mísseis de aviões da RAF que em seguida, caiu em Llandderfel.

Kellett diz: "Dezenas de testemunhas naquela noite assistiram a um globo brilhante na encosta da montanha.
Muita coisa aconteceu naquela noite. "

dailystar.co.uk

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Os vistosos ovnis invisíveis da serra de Sintra

Participámos numa caminhada por locais populares entre extraterrestres. 
Ou intraterrestres. 
Ou o que quisermos que seja. 
E vimos objetos voadores não identificados. 
Depois identificámo-los.

São nove e meia de uma noite estrelada e mal alumiada por um fiozinho de Lua. 
Num descampado junto à Lagoa Azul, um reservatório da Serra de Sintra, vão-se acumulando os carros. 
Finalmente, com 20 minutos de atraso, chega Maria João Martinho, 51 anos, da serra de Sintra Tours, que se prepara para guiar mais de 30 caminhantes por um labirinto de caminhos de terra e, aparentemente, extraterrenos. 
Sete quilómetros e quatro horas depois, teremos vasta informação sobre o alcance da imaginação humana.
A primeira paragem acontece ao fim de cinco minutos, na outra margem da Lagoa Azul, para mostrar o local onde foi gravada uma curta-metragem (4m59s, incluindo os créditos) sobre extraterrestres. 
Segue-se meia hora de caminhada e nova paragem numa clareira do bosque. 
"Há vários tipos de explicação para ovnis [objetos voadores não identificados]", começa Maria João Martinho. 
"Há autores que defendem que são naves avançadas desenvolvidas por seres humanos, feitas de forma secreta, ou pelos EUA. 
Há uma teoria que acredita que são construídas por extraterrestres. 
Outros acreditam que as naves vêm do futuro. 
Há a teoria psicossocial, de hipnose coletiva.
E há uma que defende que as naves vêm do interior da Terra, dos mundos intraterrenos.
" Em nenhum momento Maria João se engasga a rir com as suas palavras. O público que a ouve mantém-se atento e com ar de quem está a dar por bem gastos os 7,5 euros que o passeio custou por cabeça.
O silêncio é subitamente interrompido por alguns oh! no momento em que surgem umas minúsculas luzes voadoras à volta do grupo. 
Durante alguns segundos, toda a gente vê ovnis, até estes se transformarem em ivis insetos voadores identificados. 
Há quem lhes chame pirilampos.
Tal como os ovnis, também os pirilampos são coisa que não se vê todos os dias, pelo que o grupo recomeça a caminhada mais animado e falador (das mais de 300 pessoas que já participaram nestes passeios temáticos desde o início do ano, nem uma saiu insatisfeita, garante a guia turística, antes de confessar que uma parte considerável dos clientes é apenas amante de andar a pé).

Nova paragem casual, nova dissertação sobre ideias alternativas. 
"A teoria da Terra oca vem da teosofista Helena Blavatsky [uma charlatã russa do século XIX autoproclamada vidente, acrescente-se], que defende que existem mundos intraterrenos, com entradas nos polos. 
Também o piloto Richard Byrd conta [num pretenso diário convenientemente desaparecido] que sobrevoou o Polo Norte, fez uma viagem ao interior da Terra e encontrou um mundo em que as pessoas são mais evoluídas. 
É interessante que as pessoas que lá estiveram desapareçam quando vêm para expor a teoria, como aconteceu com Philippe Cousteau, que teve uma morte estranha num hidroavião no Tejo em 1979, um dia antes de dar uma conferência sobre o tema.
" Os conspiradores secretos trabalharam arduamente para fazer despontar o banco de areia que provocou o acidente mortal do filho de Jacques-Yves Cousteau, durante uma amaragem junto a Alverca.

Os extraterrestres da Abrunheira


Uns quilómetros à frente, é hora de Maria João falar das aparições propriamente ditas.
"Aqui em Sintra, uma serra mágica e especial, diz-se que há uma entrada para os mundos intraterrenos e para outras dimensões. 
A Sociedade Portuguesa de Ovnilogia fez vários estudos e tem casos em que foram observados objetos de forma charutoide [sinónimo cómico de "em forma de charuto"], sempre em redor da serra. 
Não sei se por ser um monte sagrado, mas na serra há poucas histórias de avistamento. 
À volta há vários: Abrunheira, Mem Martins, Meleças, IC19..." Como?! 
Os extraterrestres têm na serra de Sintra um lugar com mística à sua altura e preferem a... Abrunheira? 
Mem Martins? 
Meleças? 
O IC19? Se é lá que eles aparecem, o que estamos a fazer na floresta a esta hora da madrugada? 
E porque é que os habitantes do centro da Terra precisam de naves? 
Escavadoras não são mais úteis para as profundezas? 
Adiante. "Não sei se se recordam do fenómeno de Fátima, em 1917: muitas vezes é estudado como fenómeno ovniológico. 
Aliás, as descrições iniciais nem sequer se referem à virgem, mas sim a uma senhora de saia curta.
Depois a Igreja alterou algumas coisas. 
Houve também um ruído forte a acompanhar o fenómeno do Sol a dançar, que podia ser dos motores das naves.
" Mas o que tem isso a ver com a serra de Sintra? 
"Aconteceu num local semelhante ao terreno que estamos agora a pisar, numa cova, com água e, como veem, à nossa frente passa um ribeiro, grutas e azinheiras." Ah!.
As pernas começam a dar de si. 
Mas saber que o fim está próximo (salvo seja) é o melhor dos bálsamos. 
Derradeira paragem.
"Estamos agora no Monte Refilão.
Pessoas sensitivas ou que acreditam no fenómeno dos ovnis contam que existe uma base de ovnis aqui por baixo, na quinta dimensão.
" Ninguém pestaneja toda a gente se mantém inexpressiva. 
Esta teoria, admita-se, não faz menos sentido do que as anteriores.

Os osnis
O Monte Refilão/base de ovnis é o local ideal para se explicar os cinco graus de contacto com extraterrestres, intraterrestres e virgens. 
"O primeiro é quando a distância é grande; noutro, já se percebem os pormenores da nave; noutro ainda, sente-se a energia emanada pelas naves; pode ver-se o tripulante; e depois temos o contacto telepático: por exemplo, no fenómeno da virgem, a senhora falava sempre com os lábios fechados.
" Quem não ficou de lábios fechados, segundo Maria João Martinho, foi Luís Aparício, da Associação de Pesquisa Ovni. 
"Em 1996, ele e outras pessoas estavam de vigília no cabo da Roca, que é um local especial, e viram uma luz branca a sair do mar e a emanar uma energia intensa, a uns quilómetros da costa. 
Outras pessoas avistaram no Guincho uma cidade a sair de baixo de água.
Quem estuda estes fenómenos diz que há ali uma base de osnis objetos submarinos não identificados.
" A guia passa agora para a descrição pormenorizada das espécies de extraterrestres que nos costumam visitar (por coincidência, são as mesmas que visitam filmes e séries de ficção científica). 
"Há os grey, que são mais ou menos transparentes, acinzentados, altos, de braços compridos e sem pelos.
" Tal como visto nos Ficheiros Secretos, Dia da Independência e Guerra dos Mundos. "Existem os reptilianos, parecidos com os lagartos." V A Batalha Final. "Há os loiros, parecidos com os povos nórdicos." Thor. "Há os gafanhotos, parecidos com insetos em ponto grande." Era Uma Vez... o Espaço.
"Em relação aos reptilianos", continua, "é curioso que aqui na costa de Sintra se falasse, no passado, nos tritões, que eram metade homem metade peixe. Será que eram reptilianos? Não sabemos." 
Também é curioso que o cruzamento de um homem com um peixe resulte num réptil, sabendo nós que uma mulher com um peixe dá uma sereia.
Os reptilianos são precisamente os mais ambientados ao nosso planeta, acrescenta a guia. "Há quem diga que são uma raça antepassada da Terra mas também de origem extraterrestre e que há muitos entre nós, a tentar tomar o poder do mundo, como defende o autor David Icke. 
Entre eles, estarão a Rainha de Inglaterra e Obama.
" O referido autor é um inglês de 62 anos que acredita ter sido posto na Terra com a dupla missão de abrir os olhos à Humanidade e jogar futebol em clubes secundários (representou o Coventry City e o Hereford United entre o final dos anos 60 e o início dos 70).
Já passa da uma e meia da manhã. 
As últimas centenas de metros são percorridas com a triste certeza de que aquelas quatro horas de vida estão perdidas para sempre.

Por - Luís Ribeiro - VISÂO

Um dos casos interessantes avançados pelo Ufo Portugal a não perder sobre estas misteriosas aparições (AQUI).

A era dos balões led´s


quinta-feira, 3 de julho de 2014

OVNIs vs Balões Led´s em Portugal

Uma recente onda de observações realizadas em território Português por anómalas luzes piscantes, similares a estrelas que vagueiam em silêncio despertam atenção de muitas centenas de pessoas.
As noites quentes e as festividades existentes por todo o país fazem de Portugal um ponto quente para as festividades populares.
O clima Veraniano "calor" em conjunto com as férias de muitos portugueses nesta época do ano, faz com que as pessoas estejam mais tempo fora de casa e de alguma forma estejam mais atentas ao que se passa no céu.
Os balões led´s, são uma moda que veio para ficar.
Existem inúmeras empresas responsáveis pela libertação destes balões nos eventos festivos por todo o país.
Os balões led, vieram substituir os tradicionais foguetes de pirotecnia que nos últimos anos provocaram de alguma forma acidentes e mesmo incêndios.

O Ufo Portugal recebeu muitos relatos, fotos e vídeos destas estranhas observações que na verdade foram identificadas quer pelo Ufo Portugal, como também mais tarde pelas próprias testemunhas como sendo os referidos balões libertados durante a noite, provocando uma imagem fora do contexto quotidiano.

Estes balões facilmente induzem as testemunhas a uma má interpretação.

video

Acreditamos que estes são os grandes responsáveis para os muitos erros de má interpretação, mas não descartando que durante a libertação destes não ocorram outras observações que vão além dos balões!
Muitos dos relatos estão fora do contesto ou comportamento de simples balões com led´s.

video

Os vídeos a cima foram enviadas por testemunhas que observaram os referidos balões e não conseguiram interpretar a sua origem no momento.
Não queremos de alguma forma retirar o interesse pelo estudo do fenómeno OVNI, mas cabe a quem investiga, elaborar uma identificação e por essa forma ajudar o público a compreender algumas observações evitando erros de má interpretação no futuro.
A libertação destes balões ocorre com mais frequência ás Sextas, Sábados e Domingos.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

COLORADO EUA - SAN LUIS VALLEY O VALE DOS OVNIS

Uma pequena região no Colorado com apenas 105 habitantes, tem se destacado com a presença de misteriosos Objectos Voadores Não Identificados.
Devido à origem desconhecida desse fenómeno foi realizado um pequeno documentário que retrata a vida e quotidiano de quem lá vive e lida com o insólito.
Seria os extraterrestres visitantes do local?
Já nos anos 60 a região teria sido assolada com mutilações em vários animais que deixou os residentes atentos a este assunto e sem respostas para todo este fenómeno.



terça-feira, 1 de julho de 2014

Grupo de Mineiros regista OVNI no Chile a 4300 metros de altitude

Uma imagem detalhada de um objecto brilhante, registado por um grupo de trabalhadores da Mineira Collahuasi, na região de Tarapacá, a quase 4300 metros de altitude.
Segundo os trabalhadores o objecto estaria aproximadamente a 600 metros do solo e foi observado por duas horas.

Uma série de análises por analistas experientes, foi o suficiente para que o Comité de Estudos de Fenómenos Anómalos dependente da Direcção Geral Aeronáutica Civil (DGAC) assegurá-se de que se tratou efectivamente de um Objecto Voador Não Identificado.

Conforme os analistas, o aparelho realizava movimentos crescentes e descendentes que nada têm que ver com um avião ou um ave.

Até agora, segundo esclareceu Chilevisión, ninguém sabe ao certo de que fenómeno se tratou.
Dos múltiplos avistamentos que a DGAC regista, somente 3 % tem sido catalogado como um OVNI.

Será de mencionar que as imagens foram realizadas em 2013 mas somente agora foram disponibilizadas para o público.

video

Seria efectivamente um OVNI ou reflexo de luz por detrás de uma janela!
Existem dados que não foram avançados pelos responsáveis de investigação, da qual gostaria-mos de obter esse esclarecimento.
 Crédito